• Quinta-feira, 14 de novembro de 2019
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Boi - O consumo chinês de carne bovina


Segunda-feira, 6 de maio de 2019 - 17h00


A China é a segunda importadora mundial de carne bovina. Em 2018 importou 1,04 milhão de toneladas de carne (MLA, 2019). 


A população chinesa representa 18,8% da população mundial, com 1,45 bilhões de pessoas (FAO). 


Ao analisarmos os principais exportadores de carne bovina para o país, notamos a crescente importância da carne brasileira para esse mercado (figura 1).


Figura 1.
Principais exportadores da carne bovina na China de 2014 a 2018, em mil toneladas.

Fonte: MLA/Scot Consultoria. 


O Brasil, em cinco anos, saltou da quinta posição para a primeira sendo que, em 2018, foram embarcadas 322,69 mil de toneladas de carne bovina brasileira, ou 31% das importações chinesas.b


O Uruguai, em segundo lugar, exportou 218,55 mil toneladas (figura 2).


Figura 2.
Representatividade das importações de carne bovina pela China em 2018, em percentagem.

Fonte: MLA/ Compilado pela Scot Consultoria. 


Em terceiro lugar aparece a Argentina com 180,37 mil toneladas, em seguida temos a Austrália e ocupando a quinta posição, a Nova Zelândia.  


Em relação à importância desse mercado para o Brasil, em 2018, 43% do volume total exportado de carne bovina brasileira foi destinado à China e Hong Kong, sendo 19% para a China e 24% para Hong Kong (ABIEC). 


Quanto ao faturamento a distribuição é diferente. 


Mesmo representando 24% do volume, a exportação para Hong Kong representou 21% do faturamento, enquanto a China representou 22% (ABIEC). 


Do que exportamos para a China os cortes do dianteiro somam maior volume, em relação aos cortes do traseiro. Já para Hong Kong, aproximadamente 50% do volume é do corte do músculo do traseiro (ABIEC). 


Em contrapartida, de acordo com o MLA, a demanda de Hong Kong para carne premium e salgada tem aumentado de forma constante ao longo dos anos e a Austrália é o principal parceiro comercial. 


Hong Kong tem um mercado de serviços alimentícios desenvolvido, que é consumido pelo grande número de turistas e conta com um consumo de carne vermelha significativo, são aproximadamente 30,65kg/habitante/ano (USDA).


É uma região importante para a reexportação, particularmente de carne congelada.


Com o mercado de carne chinês aberto para mais fornecedores e com a reforma na política de importação, provavelmente em alguns anos a reexportação de Hong Kong deva diminuir (MLA, 2019).


Consideração Final


A China é uma grande consumidora mundial de carne bovina, e apesar disso o seu potencial de crescimento ainda é grande.


O consumo per capita de carne bovina pela China está em torno de 6kg/ano, o que representa quase sete vezes menos que o consumo per capita do Brasil e aproximadamente seis vezes menos que o consumo dos Estados Unidos.


 





Vamos falar do boi de R$200,00/@? Participe do Encontro de Analistas da Scot Consultoria e aprenda com grandes nomes da economia e mercado do boi. Acesse https://www.encontrodeanalistas.com.br/ ou ligue para 17 3343 5111 e faça sua inscrição até o dia 15 de novembro, antes da virada de lote!


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



Loja

Facebook