• Sábado, 15 de maio de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Com Turquia fora das compras, exportação de gado vivo cai 40,8%


Segunda-feira, 28 de dezembro de 2020 - 21h00

No acumulado de janeiro a novembro de 2020, o Brasil embarcou 317 mil cabeças de gado vivo, um recuo de 40,8% frente ao mesmo período do ano passado. Se comparar os dados atuais com o de 2018, o melhor ano das exportações nesse setor, o recuo foi ainda maior, chegando a 59%.


O analista de mercado da Scot Consultoria Rodrigo Queiroz, afirma que em 2015 o Brasil perdeu o principal importador de gado vivo, a Venezuela. “Em 2015 perdemos a Venezuela, que era o maior importador, e em 2016, a Turquia começou a importar mais, 158 mil cabeças. Em 2018, maior período de exportação, a Turquia foi responsável por 70% desse volume”, diz.


Para o futuro, o analista acredita que o mais importante é tentar abrir mercados. “Criamos uma expectativa grande com o Iraque em 2018, mas este ano ele diminuiu as importações. E a Arábia Saudita que antes não importava, agora está adquirindo um volume maior de animais”, completa.


Matéria originalmente publicada em:
https://www.canalrural.com.br/programas/informacao/rural-noticias/brasil-perde-mercados-e-exportacao-de-gado-vivo-cai-408/



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook