• Sábado, 2 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Oferta de boi gordo está restrita no país


Quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 - 17h54

Demanda de frigoríficos paulistas por gado de praças vizinhas deixa o mercado firme nessas regiões A oferta de bovinos é pequena na maior parte do país. Em São Paulo, as escalas atendem de 2 a 3 dias, em média. Segundo Hyberville Neto, analista da Scot Consultoria, o preço de referência subiu. “Os bois gordos são negociados por R$102,50 a arroba, à vista, livre de imposto. As fêmeas são negociadas por R$93,50 a arroba, nas mesmas condições”, diz. A demanda dos frigoríficos paulistas por gado das praças vizinhas deixa o mercado firme nessas regiões. No Mato Grosso do Sul, os preços subiram em todas as praças. O boi gordo é negociado por R$96,50 a arroba, à vista, livre de funrural, em Dourados, Três Lagoas e Campo Grande. Houve reajuste também em Rondônia e no Sul de Tocantins. Nessas regiões, os negócios ocorrem por R$91 e R$88 a arroba, à vista, livre de imposto, respectivamente. De acordo com Neto, para os próximos dias a expectativa é de melhora na demanda, com as empresas se estocando para o início de mês, quando o consumo normalmente melhora. “Isto pode fazer surgir novas altas”, afirma. No mercado atacadista, as vendas estão fracas e os preços estáveis. Fonte: Globo Rural. 23 de fevereiro de 2011.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook