• Quarta-feira, 29 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Chuvas acima da média histórica em janeiro de 2016


Segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016 - 11h00

Choveu forte em janeiro no Brasil Central e região Sudeste do país, além de algumas áreas na Bahia, Piauí, sul do Pará e norte do Paraná.


Os volumes chegaram a 400-500 milímetros nas regiões em verde escuro na figura 1.


No sul do Brasil, as chuvas diminuíram em relação ao final do ano passado, mas ainda assim os volumes são razoáveis, variando de 25 até 100 milímetros.


As precipitações ficaram acima da média histórica em boa parte do país (áreas em azul na figura 2), sendo que em alguns casos as chuvas em janeiro foram equivalentes ao esperado para o primeiro bimestre inteiro.


Destacamos as chuvas no norte de Mato Grosso, depois de um período de estiagem e problemas no plantio da safra de grãos 2015/2016, no segundo semestre de 2015.


No norte de Minas e Oeste da Bahia, a situação também é de volumes acima da normal climatológica, chegando até 200-300 milímetros acima da média.


Já nas regiões Sul e Norte do país, o déficit de chuvas em relação à média histórica varia de 50 a 100 milímetros. Veja a figura 2. 


Para o final de janeiro e primeira semana de fevereiro a previsão é de chuvas em todo o país, porém, em volumes menores (até 20 milímetros) no litoral nordestino.


No acumulado de 29 de janeiro a 6 de fevereiro, estão previstas chuvas de 100-150 milímetros no Centro-Oeste, parte da região Sudeste, além de Santa Catarina.


No Rio Grande do Sul, as chuvas devem ficar entre 40 e 50 milímetros no acumulado do período.




 



Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook