• Segunda-feira, 22 de abril de 2024
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Leite - Captação brasileira de leite cresce em 2023


Sexta-feira, 22 de março de 2024 - 06h00


Em março, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os números referentes à captação formal de leite no último trimestre de 2023. 


A pesquisa informa o volume captado pelos estabelecimentos com algum tipo de inspeção (municipal, estadual e/ou federal). 


No último trimestre do ano passado, o volume de leite adquirido pelos laticínios foi de 6,46 bilhões de litros. Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a captação cresceu 2,6%, e com igual trimestre de 2022, houve um aumento de 2,2% no volume captado.


No acumulado de 2023, a captação de leite totalizou 24,52 bilhões de litros, aumento de 2,5% em relação ao ano anterior. Veja na figura 1.


Figura 1.
Volume de leite adquirido pelos laticínios brasileiros em 2022 e 2023 (produção inspecionada), em bilhões de litros.



Fonte: IBGE / Elaborado por Scot Consultoria - www.scotconsultoria.com.br 


Produção por estado

Entre os estados produtores, Minas Gerais segue líder, detendo a maior produção, cujo volume foi de 5,84 bilhões de litros (produção inspecionada), seguido pelo Paraná com 3,63 bilhões de litros, Santa Catarina com 3,20 bilhões de litros, Rio Grande do Sul com 3,16 bilhões de litros, São Paulo com 2,29 bilhões de litros e Goiás com 2,21 bilhões de litros.


Dentre os estados citados, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo apresentaram queda na captação na comparação anual, no restante houve aumento.


Tabela 1.
Volume de leite adquirido nos principais estados produtores em 2022 e 2023, variação da captação por estado e participação – em %.



Fonte: IBGE / Compilado pela Scot Consultoria - www.scotconsultoria.com.br


Expectativas para 2024

O cenário para o produtor está favorável neste primeiro trimestre do ano, visto o aumento nos preços do leite e à queda dos custos de produção, melhorando a margem da atividade.


Espera-se um cenário melhor para o produtor frente aos anos anteriores, mas ainda sem grandes investimentos na atividade.


Pensando pelo lado da produção, é esperado uma recuperação anual na captação a partir do segundo semestre, mas ainda caminhando próximo ao que vimos em 2023.


Vale a atenção às mudanças climáticas que estamos assistindo de transição do fenômeno El Niño para o La Niña, que poderá afetar a produção de leite nacional, principalmente em importantes regiões produtoras, como o Sul do país, já que o fenômeno causa estiagem nesta região.


O Relatório do Mercado de Leite da Scot Consultoria é uma excelente fonte de consulta e ferramenta fundamental de suporte às decisões para você que produz, consome ou transforma leite em lácteos.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja