• Domingo, 5 de abril de 2020
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Leite - Receita do produtor de leite aumenta, e os custos dos alimentos também


Quarta-feira, 11 de março de 2020 - 11h10


Os preços do leite ao produtor começaram o ano em alta. A maior concorrência entre os laticínios, fez a cotação subir nos últimos pagamentos.


Considerando a média nacional dos dezoito estados monitorados pela Scot Consultoria, na comparação feita mês a mês, a alta para o produtor foi de 3,0% no pagamento de fevereiro, que remunera a produção entregue em janeiro de 2019. Na comparação ano a ano, o preço ao produtor ficou 5,6% maior, em valores nominais.


Apesar da melhor remuneração no campo, os custos de produção da atividade leiteira estão em alta desde outubro do ano passado. Veja a figura 1.


O Índice de Custo de Produção calculado pela Scot Consultoria, acumula alta de 11,6% desde o início das altas. Em relação a igual período do ano passado o indicador em fevereiro ficou 10% maior.


FIGURA 1.
Variação mensal do Índice Scot Consultoria de Custo de Produção da Pecuária Leiteira nos últimos treze meses.



Fonte: Scot Consultoria


Os custos com alimentação do rebanho representam mais de 30% do indicador, por isso, vamos analisar como anda a relação de troca do milho e do farelo de soja para o produtor.


Poder de compra do produtor de leite

Considerando os preços de São Paulo, o preço do leite subiu 10,0% no pagamento de fevereiro de 2020 na comparação ano a ano.


No entanto, os preços do milho e do farelo de soja subiram mais em igual comparação, prejudicando a relação de troca para o produtor.


Em fevereiro comprava-se 1,54 quilo de milho com a venda de um litro de leite padrão. A relação de troca piorou 11,0% em relação ao ano anterior. Veja a figura 2.


FIGURA 2.
Relação de troca: milho e farelo de soja versus leite ao produtor (leite padrão em São Paulo) - em kg de alimento/litro de leite.



Fonte: Scot Consultoria


Para o farelo de soja, em fevereiro comprava-se 0,96 quilo de farelo com um litro de leite em São Paulo, 1,0% menos em relação a fevereiro de 2019.


Expectativas para 2020

Para este ano, as expectativas são de incremento no consumo de milho e farelo de soja no mercado interno, o que deverá reduzir os estoques no país.


Além disso, o dólar em alta e as preocupações com o clima adverso deverão seguir dando sustentação e direcionamento às cotações dos alimentos em curto e médio prazos.


Apesar das expectativas serem positivas com relação aos preços do leite até junho/julho, os custos com alimentação estão pesando no bolso do produtor em 2020, com patamares acima dos verificados no ano passado.


Portanto, destacamos a importância do planejamento e de traçar estratégias para a compra de insumos, amenizando os riscos.


O Relatório do Mercado de Leite da Scot Consultoria é uma excelente fonte de consulta e ferramenta fundamental de suporte às decisões para você que produz, consome ou transforma leite em lácteos.





Convide sua equipe, reúna seu time e garanta seu lugar no Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria. De 4 a 7 de agosto, em Ribeirão Preto-SP. INSCREVA-SE AQUI.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>