• Segunda-feira, 15 de julho de 2024
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Insumos - Custos sobem mais que receita do pecuarista em 2015


Terça-feira, 1 de setembro de 2015 - 15h46

Em 2015, de janeiro a agosto, foi a primeira vez, desde 2013, que os custos de produção variaram acima do preço da arroba do boi gordo.


Nas últimas vezes em que o custo subiu mais que a cotação da arroba do boi gordo, em 2011 e 2012, foram anos de baixa do ciclo de preços pecuários, cenário oposto ao que vivemos em 2015.


É o cenário de crise econômica interferindo no setor.


No mercado de bezerros, por exemplo, mais distante do consumidor e, portanto, com menos impacto imediato do consumo, a oferta curta mantém os preços em alta e a cotação da categoria variou acima do custo entre janeiro e agosto, assim como ocorreu em 2013 e 2014.


Já no mercado do boi gordo, a dificuldade para repassar as altas e escoar a carne estreitou a margem das indústrias e levou a um cenário de forte pressão de baixa por parte dos frigoríficos sobre os preços da arroba.


Isso fez as cotações caírem a partir do segundo trimestre.


Para os custos, é direta a correlação com o momento econômico pela qual atravessa o país.


A começar pelos combustíveis que depois de anos de preços contidos, explodiram este ano. A trajetória de alta que deveria ter sido diluída ao longo dos anos anteriores foi repassada de uma vez ao consumidor em 2015.


Por fim, a fuga de investidores e consequentemente de dólares fez a cotação da moeda americana atingir patamares elevados e os insumos que tem a formação de preços "dolarizada" acabaram subindo de preço.


Alguns fertilizantes subiram mais de 20,0% em oito meses. O fosfato bicálcico, matéria prima para produção de suplemento mineral, também atrelado ao dólar ficou, pelo menos, 40,0% mais caro.


Por fim, considerando que há previsões que indicam que o dolar pode atingir os R$4,00, mais altas devem vir por aí.


A expectativa fica por conta de que as projeções de redução no consumo de carne bovina, estejam superestimadas, fato pouco provável, reduzindo as limitações para a alta da arroba.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja