• Sábado, 20 de outubro de 2018
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

O uso do arame liso em cercas rurais


Terça-feira, 13 de fevereiro de 2018 - 16h00

-A +A

por Marina Malzoni

Engenheira Agrônoma - Universidade de São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ/USP


Foto: Scot Consultoria

 


A escolha correta do arame para a construção de cercas rurais está diretamente associada à eficiência e à redução dos custos de produção. Neste contexto, o conhecimento das características deste insumo é crucial para uma alocação condizente com a atividade a ser exercida pelo produtor.


Uma série de fatores deve ser avaliada pelo pecuarista para garantir a escolha do arame adequado às suas necessidades, tais como diâmetro, galvanização e carga de ruptura ou resistência à tração.


A qualidade é garantida pela fabricação de acordo com as normas ABNT e por materiais com durabilidade, acabamento e facilidade de desenrolamento e manuseio.


Em geral, arames farpados suportam uma menor carga, variando de 250 a 350 kgf (quilograma-força), enquanto que, os lisos requerem maior tensão e alcançam uma carga de ruptura de 700 Kgf.


Sendo assim, o arame liso é o mais utilizado na pecuária de corte.  É importante o pecuarista ter em mente que o número de fios, bem como o espaçamento entre eles, é direcionado pela espécie bovina, taxa de lotação e peso dos animais.


Se a construção de cerca de arame liso for destinada à produção de animais de pequeno porte, a força de contenção deverá ser de até 400 kgf. Todavia, recomendam-se arames com, aproximadamente, 700 kgf para a criação de animais adultos. Destaque para as raças zebuínas, que em comparação com o gado europeu, requerem arames mais resistentes.


Outro fator a ser analisado é a declividade da região. É recomendado utilizar o arame liso em terrenos planos de acordo com a possibilidade de estirar a longas distâncias. Por outro lado, em áreas declivosas, o arame farpado garante a construção em curvas e desníveis sem comprometer a qualidade da cerca.


Além do que já foi pontuado, a conservação dos arames lisos é garantida por meio de camadas de galvanização que certificam a proteção dos fios à corrosão, principalmente, em ambientes agressivos, como áreas litorâneas, alagadiças, com chuva ácida ou sob constante aplicação de adubos e defensivos agrícolas.


O arame também pode ser usado para a construção de currais, sendo conhecido como cordoalha e reduz o custo de produção em cerca de 50% em relação ao curral de madeira convencional. Normalmente, a cordoalha é composta por sete fios de arame, apresenta uma carga mínima de ruptura de 2500 kgf e alta durabilidade por ser revestida com camadas espessas de zinco. O preço nominal da cordoalha chegou a ser seis vezes maior em relação ao arame liso em novembro de 2017.


O comércio de arames é feito por rolos ou "bolas", normalmente de 1000, 500 ou 400 metros, sendo classificados também pelo diâmetro em milímetros. Segundo dados dos Índices PINI de Custos de Edificações (IPCE), o custo de construção de uma cerca convencional de arame liso de quatro fios, com mourões de eucalipto tratado espaçados de 8 em 8 metros e balancins garapeira, é de R$ 10.420,00/km. 


Figura 1. Preço médio do arame liso deflacionado pelo IGP-M (Rolo de 1000 metros) em R$/rolo.

Fonte: Scot Consultoria


Considerações Finais


Ser cuidadoso com as cercas é um bom conselho, pois representam um custo elevado para as propriedades pecuárias. A eficiência da cerca traduz um conjunto formado por construção correta e alinhamento com mourões bem fixados. Além da implantação adequada, a escolha dos materiais deve ser condizente ao seu uso para a longevidade da benfeitoria.


Dentre os principais benefícios do arame liso, podem-se citar a resistência ao impacto dos animais, facilidade de manuseio, segurança, economia pela possibilidade do distanciamento entre mourões e a não ocorrência de machucados no couro do gado, fato recorrente quando se utiliza arame farpado.


Referências Bibliográficas


BELGO BEKAERT ARAMES. Manual de produtos para pecuária. Arame Liso. Disponível em: <http://www.belgobekaert.com.br/Produtos/Documents/Manual-Arame-Liso.pdf>. Acesso em: 30/01/2018.


GERDAU. Produtos agropecuários. Disponível em: . Acesso em: 30/01/2018.


MORLAN. Manual de construção de cercas de arame farpado e arame ovalado. Disponível em: . Acesso em: 30/01/2018.


REVISTA RURAL. Instalações - O arame certo para a cerca certa. Disponível em: . Acesso em: 30/01/2018.


CIMAF. Manual técnico de cabos. Disponível em: . Acesso em: 30/01/2018.


RURAL NEWS. Como construir uma cerca. 2017. Disponível em: <http://www.ruralnews.com.br/visualiza.php?id=197>. Acesso em: 30/01/2018.


CABLE MAX. Cordoalha para Curral. Disponível em: . Acesso em: 30/01/2018. 


 


-


Texto publicado originalmente na revista Coopercitrus


https://www.scotconsultoria.com.br/bancoImagensUP/180209-terca.png

No cenário político atual, o que esperar dos preços do boi gordo e da reposição para o próximo ano? Venha discutir as perspectivas e estratégias do mercado pecuário para 2019 no Encontro de Analistas da Scot Consultoria – dia 23 de novembro, em São Paulo-SP. Aproveite e FAÇA SUA INSCRIÇÃO com desconto de lançamento até o dia 19 de outubro!


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook





  • Copyright 2018, Scot Consultoria, Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 • Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000 | +55 17 3343 5111