• Sexta-feira, 1 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Último ato


Quarta-feira, 2 de julho de 2014 - 15h43

Problemas sociais - soluções liberais
Liberdade política e econômica. Democracia. Estado de direito. Estado mínimo. Máxima descentralização do poder.


Ontem, o ministro Joaquim Barbosa presidiu sua última sessão no Superior Tribunal Federal. A Barbosa se devem avanços inquestionáveis no sistema democrático vigente no País. O fato de ser negro valoriza sua contribuição, mas não é este o atributo distintivo do ministro.


Na presidência do órgão, Joaquim Barbosa comandou o processo de julgamento do Mensalão e, apesar da incômoda e partidária presença do lulista Lewandowski, levou à condenação os réus do Mensalão. Não se pode esquecer que o julgamento envolvia nada menos do que o Ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, conhecido em Cuba como o guerrilheiro Daniel.


Joaquim Barbosa mostrou ao país inteiro que a justiça deve ser cega, muda e surda às conveniências do Poder. Entendo que Barbosa já entrou para a galeria dos grandes heróis nacionais, a maior parte deles ignorados, mas operantes.


Joaquim Barbosa é um símbolo de coragem.


Por Arthur Chagas Diniz



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook