• Sexta-feira, 20 de maio de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Teori Zavascki


Quinta-feira, 22 de maio de 2014 - 16h09

Problemas sociais - soluções liberais
Liberdade política e econômica. Democracia. Estado de direito. Estado mínimo. Máxima descentralização do poder.


Desde a época do julgamento do Mensalão, o advogado Teori Zavascki gera-me uma sensação de desconforto. Sua nomeação para o Supremo Tribunal Federal (STF), patrocinada por Lula [1], tinha por alvo aliviar as penas para a quadrilha chefiada "oficialmente" por Zé Dirceu, já que seus membros eram todos lulistas convictos, indiretamente subordinados à Casa Civil.


Para mim, Teori sempre representou o inimigo, mesmo que usasse no ajuizamento do processo argumentos não tão explícitos.


Ele agora reaparece e, a meu modo de ver, de maneira consistente com suas posições anteriores: deixou livre o ex-diretor da Petrobras e principal responsável pelo prejuízo causado à empresa no affair Pasadena.


É uma pena verificar o engajamento político-partidário de um integrante do mais elevado tribunal de justiça do País, o que justifica a desconfiança em todas as sentenças que de sua cabeça emanarem.


Por Arthur Chagas Diniz



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook