• Quinta-feira, 11 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Gripe aviária deve prejudicar fornecimento de ovos no México


Sexta-feira, 20 de julho de 2012 - 09h07

O México dificilmente conseguirá suprir a demanda interna por ovos nos próximos dois meses, em razão do surto de gripe aviária no estado de Jalisco, o principal produtor de frangos e aves poedeiras do país. A afirmação foi feita nesta quinta-feira (19/7) pelo vice-diretor da Comissão Internacional de Ovos (IEC, na sigla em inglês), Cesar De Anda. "Ainda estamos suprindo a demanda, mas acredito que em 30 dias as coisas serão diferentes", disse.


Por conta da gripe aviária, os preços do ovo no país dispararam. Nesta semana, o produto está cotado a 18,5 pesos (US$1,41) por quilo, 12% mais alto do que na semana anterior. Com produção desacelerada, algumas empresas que trabalham com produção de ovos em Jalisco têm cortado empregos e o governo mexicano já considera importar 211 mil toneladas de ovos de países que ofereçam preços mais vantajosos.


De Anda disse ainda que 9,3 milhões de aves correm o risco de contrair o vírus H7N3, que não afeta humanos. Até agora, já foram abatidos 3,8 milhões de animais - quase 4% do plantel de Jalisco - na tentativa de conter a doença. O estado é responsável por 55% da produção anual de ovos do México. Segundo o vice-diretor da IEC, as perdas devem se estender para companhias exportadoras, criadores e até laboratórios. "O impacto na economia será grande", disse.


Fonte: Sou Agro. Pela Redação. 19 de julho de 2012.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook