• Quarta-feira, 19 de janeiro de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Atacado e varejo


Sexta-feira, 12 de junho de 2009 - 15h48

O atacado, em São Paulo, está trabalhando com preços estáveis, mas a pressão de baixa é grande. Mesmo com o consumo fraco, a oferta de carne no mercado interno tem crescido. Sem novidades no comportamento do consumo doméstico, o mercado internacional é quem continua influenciando na formação dos preços no atacado. Com as recentes valorizações do real sobre o dólar, as exportações se tornaram menos atraentes, com isso, algumas empresas tem direcionado parte da produção, antes exportada, para o mercado doméstico. Esse comportamento poderá comprometer a sustentação dos preços nos próximos dias. O varejo, animado pelo aumento de consumo de início de mês, apresentou pequenas altas dos preços em algumas praças. Em São Paulo e no Paraná, os preços médios subiram 2%. Em Minas Gerais os preços estão estáveis, e no Rio de Janeiro, houve queda de 2%.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook