• Sábado, 27 de novembro de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Atacado e varejo


Quinta-feira, 18 de junho de 2009 - 17h17

As vendas fracas mais uma vez derrubaram os preços do atacado em São Paulo. A retração média foi 0,82%. Destaque para os cortes de segunda, cujos preços recuaram 1,15%. Os preços firmes do boi gordo em São Paulo estão contribuindo para desacelerar um pouco o movimento de queda da carne. A fraca demanda tem pressionado as cotações no atacado, mas como a oferta de boi gordo está restrita, fica mais difícil recuar os preços dos cortes. Para tentar equilibrar um pouco o mercado, os frigoríficos têm trabalhado com escalas de abate menores, diminuindo a oferta de carne. O varejo, diante deste cenário de consumo interno fraco e da queda nas exportações ocorrida em maio, assume um papel fundamental para que a toda a cadeia possa se sustentar. Seria necessário repassar as quedas do atacado ao consumidor. Por enquanto, os preços da carne no varejo em São Paulo caíram 2% ao longo da semana. Mas no Rio de Janeiro houve alta de 1% nos preços ao consumidor. Paraná e Minas Gerais terminaram a semana com preços estáveis.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook