• Sexta-feira, 14 de junho de 2024
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Abate de fêmeas dita a regra, enquanto exportação segue auto embargada


Quinta-feira, 2 de março de 2023 - 16h00

Foto: Scot Consultoria


A retomada das compras depois da paradeira do mercado permaneceu devagar. Em São Paulo, vendedores e compradores estiveram na retranca. Quem estava ativo nas compras prefere comprar fêmeas e quem estava ativo nas vendas também prefere vender fêmeas. A cotação do boi, vaca e da novilha permaneceu estável na comparação feita dia a dia.


Para o “boi China”, que ainda aguarda a confirmação da tipificação da EEB pelo laboratório credenciado no Canadá, não houve ofertas de compra.


Belo Horizonte - MG

A oferta de fêmeas aumentou e o consumo interno não está ajudando, assim a cotação caiu R$5,00/@ para todas as categorias na comparação diária.


Exportação de carne bovina in natura

Em fevereiro, foram exportadas 7.025,0 toneladas/dia de carne bovina in natura, resultado 15,8% pior que em fevereiro/22, porém 19,2% melhor que os resultados da primeira quinzena deste mês, reflexo de carne já certificada, anterior ao embargo.


O preço pago por tonelada de carne exportada está em US$4.855,2. O faturamento foi de US$613,9 milhões, resultado 27% menor em relação a fevereiro/22.


Análise originalmente publicada no informativo Tem Boi na Linha de 2/3/2023.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja