• Sexta-feira, 24 de setembro de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Reposição sobe mais que boi gordo e prejudica poder de compra do pecuarista no Pará


Quinta-feira, 6 de agosto de 2015 - 05h57

A relação de troca entre o boi gordo e os animais de reposição está entre as piores dos últimos treze meses no Pará.


O fato se deve à valorização mais expressiva das categorias de reposição, frente à alta que teve o boi gordo no período.


Em média, os preços das categorias de machos para reposição subiram 38,1% de julho de 2014 até o momento, enquanto a arroba do boi gordo teve valorização de 14,7% no mesmo intervalo.


O bezerro desmamado (6@) foi a categoria que mais subiu em um ano no estado, com alta de 43,5%. Hoje o animal é comercializado por R$990,00, em média, frente a R$690,00 no mesmo período do ano passado.


Em relação a junho deste ano, no entanto, o preço desta categoria caiu devido à menor procura.


Mesmo que a oferta esteja reduzida, há resistência dos compradores aos preços pedidos pelos criadores. Em um mês a queda foi de 2,0%.


Hoje é possível adquirir 2,10 bezerros desmamados com o valor da venda de um boi gordo (16,5@) no estado, redução de 20,1% se comparada à relação de troca do mesmo período do ano passado, de 2,63 bezerros por boi gordo.




Dia 25 de novembro acontecerá o Encontro de Analistas da Scot Consultoria, um evento em que grandes especialistas discutirão as principais tendências econômicas e seus reflexos no mercado do boi gordo. Entre em contato conosco pelo WhatsApp 17 98171 2100 e aproveite as condições de pré-lançamento. Vagas limitadas.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook