• Sábado, 25 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Entrevista do analista e consultor de mercado Alcides Torres para o canal Terra Viva (12/11/21)


Sexta-feira, 12 de novembro de 2021 - 15h00

* Reprodução permitida desde que citada a fonte.


No Bem da Terra desta sexta-feira, (12/11), com apresentação de Renata Maron, você confere os seguintes destaques:


- A Fundação Oswaldo Cruz que monitorava dois casos suspeitos da doença da vaca louca em humanos afirmou ontem à tarde que os casos não têm relação com consumo de carne. Os pacientes, moradores de Duque de Caxias e Belford Roxo, na Baixada Fluminense, estão internados no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. O Ministério da Agricultura e o Instituto Evandro Chagas também negam este diagnóstico.


- De acordo com informações disponíveis no site do Ministério da Saúde, entre os anos de 2005 e 2014, foram notificados, no Brasil, 603 casos suspeitos de DCJ, doença de Creutzfeldt-Jakob. Desde que a vigilância da doença foi instituída no Brasil, nenhum caso da forma variante, associado ao consumo de carne bovina contaminada, foi confirmado.


- O abate de suínos aumentou 7,6% e o de frangos 1,2% no terceiro trimestre do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Já o de bovinos, recuou 11,1% no período. Segundo levantamento divulgado pelo Ibge, de julho a setembro foram abatidos 13,7 milhões de suínos, 1,53 bilhão de cabeças de frangos e 6,91 milhões de bovinos.


- O clima favorável dos últimos dias ajudou a estabilizar os preços do mercado do boi gordo. Acompanhe os detalhes na análise da Scot Consultoria.


- A CTNBio, Comissão Técnica Nacional de Biosseguranca, aprovou por unanimidade a venda de farinha com trigo argentino geneticamente modificado no Brasil.


- Em setembro, as vendas do varejo caíram 1,3% depois de terem recuado 4,3% em agosto, na série com ajuste sazonal. Os dados são do Ibge.


- O Índice de Confiança do Agronegócio, medido pela federação das Indústrias do Estado de São Paulo e pela Croplife Brasil, subiu 1,2 ponto no terceiro trimestre, para 121,1 pontos. O avanço foi puxado pela indústria.


- Produtores do semiárido brasileiro utilizam irrigação por gotejamento para dominar janelas de exportação em frutas como manga, uva e melão. Para falar sobre o assunto, a jornalista Renata Maron entrevistou o especialista agronômico, Maxwell Soares. Acompanhe!


Matéria originalmente publicada em: Bem da Terra: fique por dentro das notícias do agro



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook