• Sexta-feira, 5 de março de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Perspectivas são de crescimento para a pecuária, afirma Scot Consultoria


por ABCZ

Quinta-feira, 24 de agosto de 2017 - 09h30

Foto: Alysson Oliveira


Afetada diretamente pela recente crise econômica e política, a pecuária brasileira tende agora a retomar o crescimento no curto prazo. É o que prevê o diretor-fundador da Scot Consultoria, Alcides Torres, que esteve nesta quarta-feira (23/08), em Uberaba/MG, para ministrar palestra durante a ExpoGenética 2017. Com o tema "Equilíbrio: realidade e perspectivas para a pecuária", a conferência teve a participação de representantes das empresas e dos criatórios associados ao projeto Brazilian Cattle.


Segundo Torres, apesar da tendência de crescimento, o pecuarista deve priorizar a gestão de risco já que, em decorrência da instabilidade política no país, não se pode descartar um novo capítulo da crise. “A pecuária é um excelente negócio, mas é preciso gerenciar bem o negócio para ter sucesso no mercado.”, explica.


A tendência é de que os preços subam e de uma elevação da oferta a curto médio prazo. O abate de fêmeas também pode crescer em 2018. No mercado interno é possível ver aumento do índice de confiança do consumidor nos últimos meses. Já as exportações de carne seguem firmes com a conquista de novos mercados. “A pecuária é uma atividade consolidada, que dispõe de amplo conhecimento técnico e desfruta de grande liberdade econômica. Superou crises sistêmicas antes e o fará novamente. Apesar das mudanças inevitáveis em curso, o histórico da atividade projeta que o setor sairá mais fortalecido dessa crise.”, assegura Torres. Segundo ele, é preciso ter atenção às margens e a eficiência é obrigatória para quem quer se mante no mercado.


Em relação ao mercado externo, as exportações de animais vivos foram afetadas pela crise na Venezuela, que antes correspondia a mais de 70%. A Turquia passou a ser o maior comprador, correspondendo a 55% das exportações. Já as exportações de carne para mercados que pagam mais, como o Japão, somente se os Estados Unidos retomarem as compras, o Brasil terá alguma chance de exportar para os japoneses.


A palestra foi promovida pelo Departamento Internacional da ABCZ. Para a diretora de Relações Internacionais da entidade, Ana Cláudia Mendes de Souza, o objetivo foi proporcionar aos associados do Brazilian Cattle acesso a informações importantes sobre a atual conjuntura de mercado. “Precisamos trabalhar juntos para enfrentar essa crise.”, diz Ana Cláudia. Segundo ela, a ABCZ continuará promovendo esse tipo de evento para auxiliar os associados em seus negócios.


Link da notícia: http://www.abcz.org.br/Home/Conteudo/25557-Perspectivas-sao-de-crescimento-para-a-pecuaria%2c-afirma-Scot-Consultoria



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>