• Sábado, 2 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Consumo ainda fraco mantém leite estável


Segunda-feira, 30 de janeiro de 2012 - 09h24

Os preços pagos aos produtores de leite do país ficaram estáveis em janeiro na comparação com o mês anterior, segundo levantamento da Scot Consultoria. Pelo produto, que foi entregue em dezembro, os pecuaristas receberam, na média nacional, R$0,803 por litro. Ainda que os preços pagos aos produtores do Sul do país tenham subido por causa da seca na região, houve recuo em outras bacias leiteiras. Isso explica a estabilidade na média nacional, segundo Rafael Ribeiro, da Scot Consultoria. O levantamento mostrou recuo nos preços aos pecuaristas nos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul, por exemplo, e alta no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nem as chuvas em Minas, que atrapalharam o transporte do leite, sustentaram as cotações. “O efeito é pontual”, comentou. Ribeiro disse que a seca em dezembro não afetou de forma severa a captação de leite no Sul do país, mas a situação piorou este mês. A razão para o recuo dos preços na maior parte das regiões pesquisadas pela Scot é que a demanda permaneceu desaquecida em janeiro por conta do período de férias. “O mercado ainda é baixista, mas a expectativa é de recuperação da demanda em fevereiro”, disse. Os preços do longa vida ficaram praticamente estáveis no atacado e caíram no varejo em janeiro. “Está difícil repassar”, disse Ribeiro. Fonte: Valor Econômico. Agronegócios. Por Alda do Amaral Rocha. 30 de janeiro de 2012.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook