• Segunda-feira, 27 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Mercado do boi gordo segue com preços firmes em São Paulo


Quinta-feira, 17 de junho de 2010 - 10h19

Em junho, o Indicador Cepea acumula ligeira queda de 0,09%.17 de Junho de 2010 Conforme pesquisas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP) apesar das escalas de abate mais curtas, os frigoríficos não estão demonstrando interesse em negociar. Parte das unidades que abatem em São Paulo tem conseguido comprar em outras praças, diminuindo a demanda pelo rebanho local, que segue bastante restrita. “Os frigoríficos, tradicionalmente, vão buscar o boi gordo no sul de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul quando a oferta fica enxuta em São Paulo. Nestas praças, os preços da arroba se valorizaram e estão alinhados em torno de R$78,00”, analisa Hyberville Neto, consultor da Scot Consultoria (Bebedouro, SP). Hoje, a diferença de preço nestas praças com SP é de apenas 3,7%; no ano, a média está em 5%. Como ainda não há oferta de animais prontos saindo dos confinamentos, a previsão é de preços firmes ao produtor paulista para a próxima semana. “Além disso, a comercialização de carne bovina no varejo, especialmente em fim de mês, segue fraca. Existe uma expectativa de aumento de consumo em razão dos jogos da Copa do Mundo, mas isso não deverá mexer com as cotações”, aponta o consultor. Ao longo deste mês, o Indicador do boi gordo Esalq/BM&FBovespa (estado de SP) acumula ligeira queda de 0,09%, fechando em R$ 81,69 na quarta-feira, 16. A média para pagamento em 30 dias (SP) foi de R$ 82,44 no mesmo dia Fonte: Campo News. Por Gilberto Vita. 17 de junho de 2010.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook