• Sexta-feira, 1 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

No Brasil, ociosidade dos frigoríficos está em 45%


Terça-feira, 18 de agosto de 2009 - 15h41

A Scot Consultoria realizou um levantamento junto aos 16 maiores grupos frigoríficos do Brasil, que corresponde a um universo composto por 97 plantas de abate, distribuídas em 12 estados. Essas empresas possuem, somadas, capacidade diária de abate de 86,23 mil cabeças, o que equivale a 25 milhões de cabeças ao ano. Considerando as plantas fora de operação, a ociosidade média da amostra está em 45%. Isso significa que, mantendo-se constante esse nível de ociosidade, as empresas consultadas deixariam de abater pouco mais de 11 milhões de cabeças ao ano. Já a ociosidade média das indústrias em operação está em 27%. Vale lembrar que, na entressafra de 2008, ela situava-se entre 35% e 40%. A paralisação das operações de várias unidades (28 dentre as 97 pesquisadas) reduziu a pressão sobre as demais. Segundo os analistas Gabriela Tonini e Fabiano Tito Rosa, autores da pesquisa, observa-se agora um processo contrário ao registrado no primeiro semestre de 2009: a reabertura de plantas. Somente a retomada das operações das antigas unidades do Quatro Marcos pela JBS-Friboi, no Mato Grosso, reduziria a ociosidade da amostra de 45% para 41%, considerando que as plantas voltassem operando com 75% da capacidade total. Fonte: Globo Rural 18 de agosto de 2009.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook