• Sábado, 25 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Preço do frango já começa a subir mais que a carne


Segunda-feira, 21 de julho de 2008 - 08h46

Vejam como funciona a espiral dos preços. Entre 2002 e 2006, o preço da carne bovina sofreu quedas sucessivas, por conta de aumento na oferta interna aqui no Brasil. As causas para isso são várias: fortalecimento do real frente ao dólar, fechamento de mercados no exterior, e competição com o frango. De 2006 para cá, com o aumento da renda nos países em desenvolvimento, o consumo de alimentos passou a ser maior. Isso também aconteceu com o consumo de carne vermelha. Com isso, os preços voltaram a subir. Com preços pressionados e mais inflação, estamos vendo agora a renda das famílias começando a ser afetadas. O resultado é uma mudança no comportamento do consumo e também nos preços. Enquanto nos últimos doze meses terminados em julho, o preço da carne bovina no atacado sofreu uma variação de 46% e a do frango 26%, nos últimos 30 dias o que se viu foi o contrário: frango subindo mais do que carne. Segundo dados da Scot Consultoria, de 17 de junho a 17 de julho, o preço da carne bovina sofreu queda de 8,2%, enquanto a carne de frango subiu 15,7%. Vejam no gráfico. Isso acontece porque principalmente as famílias de baixa renda passaram a migrar do consumo de carne para o de frango. - Não estamos vivendo o mesmo período de bonança dos últimos anos. O consumo de carne bovina está em queda por conta da perda da renda. Acredito que seja possível até mesmo queda no consumo de todas as carnes, no geral - afirmou Fabiano Tito Rosa, da Scot Consultoria. Fonte: Miriam Leitão.com. Por Álvaro Gribel. 18 de julho de 2008.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook