• Sábado, 21 de setembro de 2019
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Mais vale um pássaro na mão do que bois voando

Entrevista com o Sócio-diretor da Radar Investimentos, Leandro Bovo

Segunda-Feira, 29 de Abril de 2019 - 05h55
-A +A

Médico veterinário, pós-graduado pela ESPM, possui MBA em finanças pelo Insper-SP e é sócio-diretor da Radar Investimentos.

Foto: Scot Consultoria


Dando continuidade às entrevistas com os palestrantes do Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria, convidamos Leandro Bovo para comentar um pouco sobre as ferramentas de proteção de preço e como o pecuarista pode se prevenir utilizando o mercado futuro.

Leandro é médico veterinário, pós-graduado pela ESPM, possui MBA em finanças pelo Insper-SP e é sócio-diretor da Radar Investimentos.

Scot Consultoria: Leandro, para aqueles que não puderam estar no Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria, qual foi o foco da sua palestra?

Leandro Bovo: Eu falei um pouco sobre as proteções de preços voltadas para os produtores, principalmente pecuaristas, que é o seguro de baixa para o boi e o seguro de alta para o milho.

Nós sabemos que o ambiente de commodities é sempre desafiador em termos de volatilidade, o risco é grande. Então eu quis trazer algumas alternativas simples e fáceis para serem aplicadas e para gerenciar esse tipo de risco da atividade.

Scot Consultoria: Existem, no mercado, algumas estratégias disponíveis para o produtor se proteger das oscilações de preços do mercado pecuário, qual seria o primeiro passo para começar a usar essas ferramentas de mercado?

Leandro Bovo: O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora. O ideal é escolher corretoras que possuam experiência com o mercado pecuário, com os mercados futuros agrícolas, pois nela vai ter um profissional que poderá te ajudar a definir qual será a melhor ferramenta para sua atividade.

Via de regra, o produtor tende a ser o mais conservador possível e tende a utilizar as ferramentas de seguro de preço mínimo para o boi e o seguro de preço máximo para o milho.

São as ferramentas mais simples de serem usadas e estão acessíveis a qualquer produtor, basta ter uma conta com a corretora, que é um processo bem simples, inclusive é online e depois disso já é possível implementar o que foi definido com o consultor.

Scot Consultoria: Essas estratégias de proteção de preços na sua percepção vêm crescendo entre os pecuaristas? E qual a importância do uso dessas ferramentas?

Leandro Bovo: Sim, elas vêm crescendo, apesar da base ainda ser pequena. O número absoluto ainda é pequeno, mas a tendência de crescimento já existe, principalmente, para essas ferramentas de seguro de preços que são bem acessíveis aos produtores.

Essas ferramentas são quase que imprescindíveis, se você pensar, por exemplo, hoje todo mundo que tem um carro tem o seguro do carro, eu acho que isso vale também para o rebanho.

Se você é dono do rebanho, você tem que ter um seguro de preços para esses bois, tanto para se proteger de oscilações normais de mercado, de oferta e demanda, quanto para proteção contra grandes oscilações, de eventos totalmente inesperados, como por exemplo, o que aconteceu em 2017 com a delação dos irmãos Batista.

Nesses eventos é necessário ter pelo menos uma estrutura de preço mínimo para te dar tranquilidade e você não ser pego no contrapé.

Scot Consultoria: Na sua opinião, qual é a maior dificuldade encontrada pelos pecuaristas para utilização dessas ferramentas de mercado?

Leandro Bovo: Como tudo é bastante simples eu acho que a maior dificuldade é a desinformação ou o medo, ou até mesmo um certo preconceito no sentido de achar que é uma coisa complicada, que mexer em bolsa é só para grandes produtores, difícil de acessar, e, na realidade, é muito longe disso, é extremamente simples e fácil.

A abertura da conta é online, então é só entrar no link e digitar os dados necessários para abrir a conta e, a partir daí, é só ligar para o consultor e traçar as melhores estratégias para cada caso. Então eu acho que o responsável por esse mercado não crescer ainda mais é a desinformação ou a falta de conhecimento das estruturas.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook





  • Copyright 2019, Scot Consultoria, Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 • Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000 | +55 17 3343 5111