• Domingo, 24 de outubro de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Conjuntura - Brasil: pódio no agronegócio


Terça-feira, 17 de agosto de 2021 - 12h00

Foto: Unsplash


Introdução

Em 8 de agosto teve fim a 32ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão, em Tóquio, no Japão.


O Brasil teve a melhor campanha de sua história, ocupando o 12o lugar na classificação geral, com sete medalhas de ouro, seis de prata e oito de bronze.


E qual a ligação entre os Jogos Olímpicos e o agro?

A conexão é olímpica. O campo brasileiro, assim como nos esportes olímpicos, tem obtido resultados campeões.


O desempenho do agronegócio brasileiro é notório. Segundo a Embrapa¹, o Brasil alimenta cerca de 800 milhões de pessoas.


Veja na tabela 1, a posição do Brasil na produção e exportação das principais commodities agrícolas no mundo (soja, milho, açúcar, café, carne bovina, suína e de frango), segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).


Tabela 1. Posição brasileira no ranking de produtores e exportadores de commodities agrícolas em 2020.


Produto


Produção


Exportação


Café


1º lugar


1° lugar


Milho


3° lugar


3° lugar


Soja


1° lugar


1° lugar


Açúcar


1° lugar


1° lugar


Carne bovina


2º lugar


1º lugar


Carne suína


4º lugar


4º lugar


Carne de frango


3º lugar


1º lugar


Fonte: USDA, 2021 / Elaboração: Scot Consultoria


Estamos quase sempre subindo ao pódio.


Apresentaremos um breve histórico dos principais produtos do Brasil, as produções e expectativas para o curto prazo.


Café 

O Brasil é o maior produtor mundial de café (conilon e arábica) com uma produção de 60,5 milhões de sacas de 60 quilos em 2020, praticamente o dobro do segundo colocado no ranking. Veja na tabela 2.


Tabela 2. Colocação, país e produção de café, em milhões de sacas (60kg), em 2020.


Colocação


País


Produção (milhões de sacas)


1° lugar


Brasil


60,5


2º lugar


Vietnã


31,3


3º lugar


Colômbia


14,1


Fonte: USDA, 2021 / Elaboração: Scot Consultoria


Para 2021, com a bienalidade na produção cafeeira, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) previa produção de 48,8 milhões de sacas no último boletim, divulgado em maio.


As geadas recentes, em junho e julho, porém, afetaram os cafezais brasileiros, cuja produção deverá cair. Os danos estão sendo apurados.


Milho

Na safra 19/20, o Brasil foi o terceiro produtor e exportador mundial, com 102,6 milhões de toneladas e 34,9 milhões de toneladas exportadas.


Na frente do Brasil estão os Estados Unidos e a China, com 360,2 e 260,67 milhões de toneladas produzidas, respectivamente.


Tabela 3. Colocação, país e produção de milho, em milhões de toneladas, na safra 2019/20.


Colocação


País


Produção (milhões de toneladas)


1° lugar


Estados Unidos


360,25


2º lugar


China


260,67


3º lugar


Brasil


102,6


Fonte: USDA, Conab / Elaboração: Scot Consultoria


A expectativa para a safra atual (2020/21) é de produção de 93,38 milhões de toneladas conforme o último boletim, divulgado em julho/21, quebra de 9,0%.


A revisão para baixo está relacionada à semeadura fora da janela ideal, em função dos atrasos da colheita e da semeadura da soja.


As geadas de junho e julho também afetaram a cultura, com destaque à produção de segunda safra, e novas revisões da produção não estão descartadas.


Soja

Na safra 20/21, o Brasil produziu 135,9 milhões de toneladas com 82,9 milhões de toneladas exportadas, líder na produção e exportação da oleaginosa.


Com o Brasil na primeira posição, os Estados Unidos e a Argentina ocupam o segundo e o terceiro lugar. Veja na tabela 4.


Tabela 4. Colocação, país e produção de soja, em milhões de toneladas, na safra 2019/20.


Colocação


País


Produção (milhões de toneladas)


1° lugar


Brasil


135,90


2º lugar


Estados Unidos


112,55


3º lugar


Argentina


46,50


Fonte: USDA, Conab / Elaboração: Scot Consultoria


A expectativa para a próxima safra (2021/22), segundo o USDA, é de que a produção seja de 144 milhões de toneladas, aumento de 6% em relação à safra passada.


A preocupação, no entanto, recai sobre a seca. A crise hídrica vivida pelo Brasil, pode afetar o plantio da cultura e frustrar essa expectativa.


Açúcar

Na safra 2020/21 foram produzidos 41,2 milhões de toneladas de açúcar, com a exportação de 30,6 milhões de toneladas. O Brasil é líder na produção e exportação.


A Índia e a União Europeia (incluindo o açúcar de beterraba), ocupam a segunda e a terceira posição. Veja na tabela 5.


Tabela 5.  Colocação, país e produção de açúcar, em milhões de toneladas, na safra 2020/21.


Colocação


País


Produção (milhões de toneladas)


1° lugar


Brasil


41,2


2º lugar


Índia


33,8


3º lugar


União Europeia


70,4


Fonte: USDA, Conab / Elaboração: Scot Consultoria


A previsão para a safra atual (2021/22) é de que a produção seja de 38,9 milhões de toneladas, queda de 5,7% em relação à safra passada.


As geadas entre junho e julho e a seca explicam essa queda.


Carne bovina

Em 2020 o Brasil produziu 10,1 milhões de toneladas equivalente carcaça (tec) de carne bovina, exportando 2,54 milhões de tec (USDA).


O Brasil ocupa o segundo lugar em produção e a primeira posição em exportação da commodity. Veja na tabela 6.


Tabela 6. Colocação, país e produção de carne bovina, em milhões de toneladas equivalente carcaça (tec), em 2020.


Colocação


País


Produção
(em milhões de tec)


1° lugar


Estados Unidos


12,3


2º lugar


Brasil


10,1


3º lugar


União Europeia


7,8


Fonte: USDA / Elaboração: Scot Consultoria


A expectativa para 2021 é de queda de 5,4% na produção e na exportação, com a produção estimada em 9,55 milhões de tec.


O recuo está associado ao ciclo pecuário de preços, cuja característica é a menor oferta de fêmeas destinadas ao abate, resultando em menor produção de carne.


Carne suína

Em 2020, o Brasil produziu 4,12 milhões de toneladas equivalente carcaça (tec) de carne suína, com a exportação de 1,27 milhões de tec.


O Brasil é o quarto produtor mundial de carne suína, atrás de China e União Europeia. Veja na tabela 7.


Tabela 7. Colocação, país e produção de carne suína, em milhões de toneladas equivalente carcaça (tec), em 2020.


Colocação


País


Produção
(em milhões de tec)


1° lugar


China


36,3


2º lugar


União Europeia


24,3


3º lugar


Estados Unidos


12,8


4º lugar


Brasil


4,12


Fonte: USDA / Elaboração: Scot Consultoria


Para 2021, a expectativa é de que a produção aumente 3,8%, atingindo o volume de 4,3 milhões de tec.


Carne de frango

Em 2020, o Brasil produziu 13,88 milhões de toneladas de carne de frango, com exportação de 3,85 milhões (USDA).


O Brasil é o terceiro produtor mundial de carne de frango, ficando atrás de Estados Unidos e China. Veja na tabela 8.


Tabela 8. Colocação, país e produção de carne de frango, em milhões de toneladas, em 2020.


Colocação


País


Produção
(em milhões de toneladas)


1° lugar


Estados Unidos


20,2


2º lugar


China


14,6


3º lugar


Brasil


13,88


Fonte: USDA / Elaboração: Scot Consultoria


Para 2021, a expectativa é que o Brasil ocupe o segundo lugar em relação a produção, com 14,15 milhões de toneladas, aumento de 1,9%, contra 14 milhões de toneladas produzidas pelo mercado chinês (USDA).

Com relação à exportação, o Brasil ocupa a primeira posição, com grande diversificação de mercados consumidores.

Além de exportações firmes, o consumo interno está firme, com o aumento nos preços da carne bovina e suína.


Considerações finais

Assim como nas Olímpiadas de Tóquio, o desempenho do agronegócio brasileiro em 2021 é e tem sido pujante. Time de campões. Tem se destacado na composição do Produto Interno Bruto nacional.


Apesar do destaque da agropecuária, o Brasil precisa de investimentos, tal e qual os atletas olímpicos, para manter, aumentar e consolidar a posição no mercado mundial.


Referências


Embrapa. “O Agro brasileiro alimenta 800 milhões de pessoas”. Disponível em: O agro brasileiro alimenta 800 milhões de pessoas, diz estudo da Embrapa. Acesso: 6 de agosto de 2021.

Departamento de Agricultura dos Estados Unidos – USDA.


Companhia Nacional de Abastecimento – Conab.


Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.




Dia 25 de novembro acontecerá o Encontro de Analistas da Scot Consultoria, um evento em que grandes especialistas discutirão as principais tendências econômicas e seus reflexos no mercado do boi gordo. Faça sua inscrição no portal encontrodeanalistas.com.br. Vagas limitadas.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook