• Quinta-feira, 24 de setembro de 2020
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Insumos - Recuperação no mercado de petróleo


Segunda-feira, 31 de agosto de 2020 - 16h30


Após a forte queda em março e abril, os preços do petróleo estão em recuperação, efeito do aumento na demanda. Mas ainda é preciso cautela em relação ao consumo, pois os isolamento social, medida sanitária para o controle da disseminação da gripe, está em vigor e vacinas e medicamentos para debelar o covid-19 ainda estão sob discussão. 


A flexibilização do isolamento social, no entanto, está fazendo com que o consumo de combustíveis melhore. No segundo trimestre as vendas de diesel subiram 3,8%, na comparação com o primeiro. 


Acompanhando a melhora no preço do petróleo, a Petrobras anunciou um aumento de 5% no diesel e 6% para a gasolina nas refinarias, valendo a partir de 21 de agosto. 


A figura 1 mostra a recuperação no mercado de petróleo frente ao vale de preços em abril. Mesmo com essa recuperação, o preço do barril em agosto ainda está US$13,00 menor que no mesmo mês de 2019. 


Figura 1.
Preço, em dólares, do barril do petróleo.
Fonte: Index Mundi / Scot Consultoria – www.scotconsultoria.com.br 


Segundo a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), a expectativa para 2021 é de aumento no consumo de petróleo. A organização estima que o consumo diário em 2020 será de aproximadamente 90,7 milhões de barris, para 2021 o esperado é 97,7 milhões. Entretanto, o cenário para o futuro está repleto de incertezas.


Alta no boi sustenta o poder de compra do pecuarista

O aumento no preço do diesel tem impacto no custo de produção da pecuária, mas a alta mais acentuada da cotação do boi gordo vem preservando e melhorando o poder de compra do pecuarista em relação ao combustível.


Em média o consumo de diesel por tratores é de 15 a 20 litros por hora, variando de acordo com a operação e maquinário.


Em agosto de 2019, uma arroba de boi gordo comprava 45,9 litros de óleo diesel. Em agosto deste ano, mesmo com o aumento no preço do diesel, uma arroba de boi gordo compra 68,9 litros do combustível. Melhora de 50% na relação de troca (figura 2).


Figura 2.
Preço do óleo diesel em R$/litro (eixo da direita) e relação de troca entre arroba de boi gordo e o combustível (eixo da esquerda).
Fonte: Scot Consultoria – www.scotconsultoria.com.br


Os preços do petróleo e do diesel vêm se recuperando, mas a alta nos preços do boi gordo tem sustentado o poder de compra do pecuarista.


Final

O mercado de petróleo e consequentemente do óleo diesel afeta diretamente os custos de produção, portanto, é importante acompanhá-lo.


A incerteza em relação ao mercado de commodities devido à crise atual merece atenção, uma vez que o covid-19 ainda não está sob controle e pode afetar a demanda e os preços dos produtos.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook