• Segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
Scot Consultoria

Carta Insumos - A alta do óleo diesel e o custo de produção na fazenda


Terça-feira, 1 de agosto de 2017 - 15h50
-A +A


O governo anunciou, no final da segunda quinzena de julho, aumento no PIS-Cofins que incide sobre os combustíveis. Foi uma medida emergencial para socorrer as contas do estado inchado. 


A inflação deve aumentar. Além de ficar mais caro sair de casa, ir a restaurantes, viajar, entre outras coisas, o custo de produção dos alimentos, em alguma medida, também será afetado. Afinal, tratores agrícolas consomem, em média, de 15 a 20 litros de óleo diesel por hora de trabalho.


Veja na figura 1 a participação do combustível no custo hora-máquina de um trator, de 120 cavalos, sendo depreciado em 10 anos, com uso médio anual de mil horas de trabalho e valor residual de venda de 25,0%. 


Para este cálculo foi considerado o preço médio do diesel de junho, informado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), de R$2,58/litro. O custo do trator ficou em R$106,20/hora.


Figura 1.
Participação de cada item de custo da hora máquina de um trator agrícola de 120 cavalos.
Fonte: Scot Consultoria


Com o imposto, a cotação do diesel deverá aumentar até R$0,21/litro. Portanto, mantendo todos os outros parâmetros de cálculo, e aplicando a imposto, isso fará com que o custo da hora máquina deste trator chegasse a R$109,98, alta de 3,5%.


Tabela 1.
Custo de hora máquina de um trator agrícola de 120 cavalos.
*Preço médio no Brasil em junho de 2017 segundo a ANP
Fonte: ANP/Scot Consultoria - www.scotconsultoria.com.br


É claro que este aumento de custo não será repassado integralmente para o custo de formação de um hectare de pasto ou para a semeadura de uma lavoura de milho ou soja, por exemplo. As operações com tratores compõem uma parcela dos custos com operações mecanizadas e estas serão adicionadas aos demais custos.


Por exemplo, aplicando este aumento de preços no custo de formação de um hectare de pasto, que estava estimado pela Scot Consultoria em 1.840,00, antes da alta do imposto, o pecuarista passará a gastar R$1.855,00, elevação de 0,75%, perto de R$15,00/hectare.


Nas lavouras o impacto será menor, já que, enquanto na formação de um hectare de pasto as operações com máquinas representem ao redor de 30% do custo total, em uma lavoura de milho, por exemplo, a participação é de menos de 20%.


Portanto, o impacto ocorrerá, mas não deverá ser impactante, especialmente na produção de grãos.


https://www.scotconsultoria.com.br/bancoImagensUP/170731-carta-insumos-1.jpg

<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss

>

Newsletter diárias

Receba nossos relatórios diários e gratuitos

TV Scot

Rádio Scot



Loja

Facebook



  • Copyright 2017, Scot Consultoria, Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 – Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000 | +55 17 3343 5111

Receba nossos relatórios diários e gratuitos