• Domingo, 15 de setembro de 2019
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Conjuntura - Balanço do primeiro semestre: frango e suíno


Terça-feira, 26 de julho de 2016 - 08h00


O primeiro semestre foi marcado pelo preço do suíno em queda e o do frango em ascensão. No entanto, para ambas as proteínas, os custos de produção subiram. O milho, principal insumo utilizado na dieta, subiu ao redor de 70,0% desde o ano passado.


Mercado de suíno


O mercado de suíno no primeiro semestre do ano não foi fácil para o produtor.


Em média, no primeiro semestre o preço recebido pelo suinocultor em São Paulo foi 2,2% menor que em igual período do ano anterior. A cotação média no período foi de R$66,74/@ frente os R$68,24/@ registrados em 2015. Aliás, os preços não param de cair desde 2014, quando no primeiro semestre pagava-se R$68,79/@.


De lá para cá, enquanto diminui a cotação da arroba, já se vão mais de 20,0% de inflação.


Aliado a isso, os custos de produção estão subindo, com a alta nos preços do milho, principal insumo utilizado na alimentação.


Com a queda no preço do animal terminado e alta no preço do grão, a relação de troca para o suinocultor piorou. Em média, no primeiro semestre, com o preço de um quilo de suíno vivo foi possível adquirir 4,57 quilos de milho, redução de 42,7% na comparação com a média de 2015.


No atacado os preços também caíram, e a carcaça ficou cotada em R$5,31/kg frente os R$5,42/kg, em igual período de 2015.


Com relação aos abates, no primeiro trimestre de 2016 foram 10,06 milhões de cabeças abatidas, queda de 1,5% em relação ao trimestre anterior e alta de 9,6% em relação a igual período do ano passado, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


As exportações têm ajudado no escoamento desta produção maior. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, até junho, o país embarcou 55,5% mais carne suína in natura, em relação a igual período de 2015.



Mercado de frango


A média de preço pago ao avicultor nas granjas paulistas nos seis primeiros meses de 2016 ficou 15,9% maior que em igual período do ano passado. A cotação média foi de R$2,70/kg.


Mesmo com os abates crescentes no primeiro trimestre, com 1,48 bilhão de cabeças (IBGE), alta de 7,1% em relação a igual período de 2015, o mercado vem conseguindo absorver bem a produção.


A crise econômica vivida pelo país levou o consumidor a aumentar a procura por proteínas “mais baratas” em relação à carne bovina e suína.


Na média do acumulado do ano, a carne de frango no atacado ficou 53,6% mais barata que o dianteiro bovino. Historicamente a diferença é de 31,4%.


As exportações também ajudaram no escoamento. Até junho, o volume embarcado de carne de frango in natura foi 14,7% maior que em igual período de 2015.



Considerações finais


Diante de um cenário econômico desafiador, a tendência é que o consumidor busque produtos que pesem menos no bolso.


Com isso, os preços do suíno e do frango no atacado tiveram valorizações de 3,1% e 7,0%, respectivamente, no primeiro semestre. Enquanto o traseiro bovino teve desvalorização de 20,4% e o dianteiro alta de 0,7%. Ou seja, as carnes “mais baratas”, em função da melhora na demanda, subiram de preço.


Com relação às exportações, o segundo semestre, comumente tem um maior volume de carne embarcada (veja na figura 3), o que pode dar sustentação ao mercado.


Porém, os custos de produção continuarão maiores este ano.





O Encontro dos Encontros está chegando e acontece de 30/9 a 4/10 em Ribeirão Preto - SP. Todos os eventos – Encontro de Criadores, Adubação de Pastagens e Pecuária Leiteira – envolverão temas relevantes à pecuária sob a visão de grandes líderes do mercado. Para saber mais, acesse o site www.encontros.scotconsultoria.com.br ou ligue para (17) 3343-5111.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook





  • Copyright 2019, Scot Consultoria, Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 • Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000 | +55 17 3343 5111