• Quinta-feira, 20 de junho de 2024
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Confinamentos maranhenses foram destinos da terceira rota do Confina Brasil 2023


Terça-feira, 12 de setembro de 2023 - 16h00

Foto por: Bela Magrela


O Confina Brasil 2023 continua a sua programação de visitas em propriedades que se dedicam a sistemas intensivos e semi-intensivos de produção pecuária. O principal objetivo dessas visitas é a coleta de dados de produção, que serão utilizados na elaboração de análises estatísticas sobre as tendências dos confinamentos no país. A pesquisa está sendo conduzida por técnicos da Scot Consultoria, que estiveram em sete fazendas entre os dias 27 e 31 de agosto. As fazendas visitadas estão localizadas nas cidades de Açailândia, Imperatriz, Estreito, Campestre e Batavo.


Para iniciar a semana, a primeira visita foi à Fazenda Bola Branca, localizada em Açailândia-MA. Esta propriedade rural possui um enfoque principal na agricultura, realizando o plantio de soja e milho, além de possuir áreas de integração lavoura-pecuária. Quanto a produção de bovinos, a estratégia adotada pelos gestores concentra-se na recria e cria a pasto. O confinamento, por sua vez, é exclusivamente dedicado à engorda dos bovinos. Com capacidade estática para 2.400 cabeças, a fazenda trabalha exclusivamente com animais de sua própria criação, o que lhes permite manter um controle eficaz sobre a genética e a qualidade dos animais que são engordados no confinamento.


No município de Estreito, na Fazenda Caiçara, adota-se um sistema de Terminação Intensiva a Pasto-TIP para o gado. Nessa técnica, a ração é fornecida em cochos localizados diretamente nos piquetes, enquanto o pasto é utilizado como fonte de volumoso para o rebanho. Uma das notáveis vantagens desse sistema é a ausência da necessidade de aclimatação dos bovinos. O rebanho permanece na área de pasto, evitando assim qualquer estresse relacionado à mudança de ambiente, algo comum nos sistemas de confinamento.


Bem-estar animal


Foto por: Bela Magrela


Segundo os técnicos do Confina Brasil, na Fazenda Caiçara, adotou-se uma técnica conhecida como "Nada nas Mãos". Esse manejo do gado é realizado de maneira a reduzir ao máximo o estresse, buscando resgatar a relação de confiança entre humanos e bovinos. Essa abordagem aproveita os instintos naturais do gado a favor do manejador. Essa prática está alinhada com as preocupações crescentes sobre a redução do estresse nos animais e a geração de conforto. Isso é uma tendência na região e demonstra o compromisso da pecuária local em garantir o bem-estar do rebanho.


Assim como na Caiçara, a Fazenda Bola Branca também prioriza o bem-estar animal como parte fundamental de sua estratégia para otimizar a produtividade e demonstrar respeito aos animais. Um exemplo desse compromisso são as estruturas de cobertura nas baias de engorda, projetadas para abranger 10% do curral. Essas coberturas proporcionam conforto térmico aos bovinos, especialmente em períodos de altas temperaturas. Além disso, a Fazenda Bola Branca está envolvida em um projeto de biodigestor, o que reflete sua abordagem sustentável na gestão dos resíduos. Essas iniciativas destacam o comprometimento das fazendas com práticas responsáveis e sustentáveis na produção pecuária.


Oportunidades de mercado


Foto por: Bela Magrela


Localizada em Imperatriz-MA, a Fazenda Barra Grande começou suas operações em 2021. Os proprietários desta fazenda adotaram uma abordagem estratégica para o confinamento, que neste ano está sendo utilizado não apenas para a terminação de bovinos, mas também para o sequestro de bezerros. A decisão de adquirir bezerros foi tomada pelos proprietários com base na percepção de uma oportunidade de mercado, especialmente considerando a baixa nos preços dos animais de reposição. Há muita dedicação na análise de mercado para obter os melhores preços, assim, podem adquirir animais num momento de baixa, para depois colocá-los no confinamento. Essa estratégia busca melhores margens de lucro e maior eficiência no uso dos recursos financeiros.


A Fazenda Chaparral, de Imperatriz-MA, adota uma estratégia de manejo que envolve 75% de gado de sua própria criação e 25% de gado adquirido de terceiros. Essa abordagem confere maior flexibilidade na composição do rebanho, possibilitando a incorporação de novos animais quando necessário, dessa maneira conseguindo aproveitar as oportunidades de mercado.


Conheça nossos parceiros nessa edição


Foto por: Bela Magrela


Em 2023, o Confina Brasil tem apoio de grandes empresas do agronegócio:


São patrocinadores "Ouro":


Casale


Elanco


FS Bioenergia


Nutron


No patrocínio "Prata", o apoio é da Associação Brasileira de Angus.


Na categoria montadora, a expedição conta com a parceria da Mitsubishi.


São parceiros institucionais a Embrapa Pecuária Sudeste, Embrapa Agricultura Digital e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja