• Sexta-feira, 26 de novembro de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Boi gordo: mercado calmo e firme


Sexta-feira, 14 de agosto de 2020 - 05h55

Foto: Scot Consultoria


Em São Paulo, o aumento nas escalas de abate, que atendem em torno de cinco dias úteis, associado à estratégia de compras compassadas, determinaram um ritmo morno no mercado do boi gordo na última quinta-feira (13/8).


No entanto, as cotações ficaram firmes e a escassez da oferta de gado gordo não abriu espaço para testes de preços menores.


Segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi gordo ficou cotado em R$226,00/@, bruto, R$225,50/@, livre de Senar, e em R$222,50/@, descontados os impostos (Senar e Funrural), considerando os preços à vista.


Para os bovinos jovens, que atendem ao mercado chinês, a cotação ficou em R$230,00/@ para o macho, e em R$220,00/@ para as novilhas, ambos preços brutos e à vista.


O volume de boiadas oriundas de confinamento está um pouco maior, o que melhorou a disponibilidade de gado gordo em algumas regiões de pecuária. Mesmo assim, a oferta não está abundante e continua como um dos principais vetores para os preços firmes no mercado do boi gordo, com a ajuda das exportações.


Análise originalmente publicada no informativo Tem Boi na Linha de 13/8/2020.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook