• Quinta-feira, 24 de setembro de 2020
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

ECR 2020 Digital | O tema “A importância da recria antes do bezerro nascer” - marcou o primeiro dia do Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria


Quinta-feira, 6 de agosto de 2020 - 12h00


Rodrigo Brüner, Jefferson Jacomélli Dias, Luciano Penteado, Alexandre Bueno de Oliveira e Alcides Torres foram os palestrantes que estrearam o Encontro de Recriadores.


O Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria, o ECR 2020 Digital, começou na quarta-feira, 5 de agosto, com uma agenda repleta de grandes nomes e conteúdo de interesse para a produção pecuária.


O bloco “O que entra nesse jogo?” deu início ao Encontro, abordando a importância da recria antes mesmo do bezerro nascer. Foi com esse tema que especialistas inauguraram o evento. Veja:


Sua recria começou faz tempo


O palestrante Rodrigo Brüner, da Tulipa Agropecuária, destacou como a integração entre as fases da produção é necessária para melhorar resultados, evitando colocar o “carro na frente dos bois”.


Enquanto agricultores rotineiramente amostram e analisam o solo, identificam compactação e planejam agronomicamente a escolha da semente e insumos agrícolas que serão consumidos, o pecuarista “come bola”.


O potencial produtivo da pecuária de corte é tão grande quanto o da agricultura, com diversas tecnologias disponíveis. Porém, a palavra de ordem, deve ser a INOVAÇÃO, cujo objetivo é a lucratividade por área!


Por fim, Rodrigo destacou “Não há mais espaço para a pecuária do passado. O pecuarista hoje será reconhecido como aquele TRANSFORMADOR DO SEU NEGÓCIO ou aquele ESTAGNADO NO TEMPO.”


Sequestro de bezerros


Jefferson Jacomélli Dias, da Fazenda Brasil, destacou a imprevisibilidade do rigor da transição entre seca e águas, e nesse sentido teceu considerações sobre o sistema de recria confinada, ou sequestro de bezerros. O sequestro de bezerros é uma alternativa segura para recriadores, permitindo estabilidade do ganho de peso médio diário (GMD) na seca e nas águas, elevando o ganho de peso diário (GPD) por área. 

A estratégia pode ser usada, por exemplo, na compra de bezerros, mas exige conhecimento em agricultura, considerando o melhor momento de oferta do volumoso, além da necessidade de investimentos em estruturas, e fluxo de caixa. 


Uma dieta balanceada, que leva, ao menos, ao “empate” no período de transição é um bom negócio para o pecuarista, pois encurta o ciclo de produção. Porém, cuidados devem ser tomados no manejo dos bovinos, principalmente com a deposição precoce de gordura e o retorno aos pastos, onde imprimir a manutenção de uma boa taxa de ganho no retorno é essencial.


Uso do DDGS na recria intensiva


O DDGS é fonte de proteína e energia, melhorando o desempenho animal. O alimento tem a característica de estar disponível ao longo do ano. Foi assim que o Luciano Penteadodeu início à sua palestra no Encontro de Confinamento e de Recriadores da Scot Consultoria.


Luciano destacou o uso de DDGS em diferentes sistemas de produção e nas fases de manejo, com ganhos expressivos em todos os sistemas, seja no pós-desmama, sequestro de bezerros ou na produção de novilhas super precoces para reprodução.


O DDGS é um substituto do farelo de soja e algodão, com custo benefício interessante. É uma alternativa ou complemento para a suplementação de bezerros nascidos ao final do período das águas.


Sem medir não vou a lugar algum


Alexandre Bueno de Oliveira, da Fazenda Conforto, evidenciou que todos os dias a pecuária perde espaço para a agricultura e que a média de lucratividade da agricultura hoje é maior que a da pecuária. O palestrante enfatizou que a aferição da pecuária com base ao “achismo” não leva o pecuarista a lugar algum.

A pecuária de alta tecnologia até 2030, estima ele, produzirá até 40% mais com uma redução de área em 20%. Mas, como fazer parte desse novo mundo? A resposta: tecnologia e decisões acertadas.


Existem tecnologias que fornecem, diariamente, variáveis como o consumo de sal, altura do pasto, desempenho da produção de forragem e etc.. A eficiência na recria – com o uso de estruturas funcionais, manejos adequados e o alinhamento com a tecnologia, hoje, são responsáveis por elevar a rentabilidade da pecuária nacional.


O que vi e aprendi com as crises que vivi


No encerramento do primeiro dia do Encontro, Alcides Torres, diretor da Scot Consultoria, apresentou o cenário vigente em meio à pandemia causada pelo covid-19 e fez uma retrospectiva dos últimos anos. 

A mensagem foi de otimismo, embora nos últimos cinco anos a pecuária de corte tenha navegado em meio a crises.

Os preços pecuários estão firmes e em ascensão, apesar da recessão. Longe da crise.
Entre outras observações, Alcides destacou características do empreendedor rural e das mudanças impostas pelos novos tempos, como por exemplo, o Encontro ser integralmente digital e permitir desse modo, contemplar um público recorde.


A economia global foi atingida em cheio pelas mortes causadas pelo covid-19 e pelas medidas de contenção da propagação do vírus.


Por fim, considerou que as dificuldades, por outro lado, forjam homens e mulheres de qualidade, que a característica da produção rural é o desafio perene e a incerteza constante. Não existe calmaria. Todos os dias são de bravura e de decisões difíceis.

Destacou ainda que, o Encontro sempre reuniu empreendedores e profissionais inovadores, destemidos, interessados em progredir. Terminou, sugerindo que, diante dos acontecimentos, é melhor duvidar mais e afirmar menos e que a reflexão permita com que o acerto seja a norma e o erro a exceção.

Que as decisões sejam sensatas, à luz dos fatos. Que isso venha acompanhado com disposição para ouvir e entender quem pensa diferente da gente. Acreditar nisso é crer que temos futuro e que ele deverá ser melhor que o presente!



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook