• Quarta-feira, 23 de junho de 2021
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Cenário positivo para o mercado do boi gordo


Quarta-feira, 1 de julho de 2020 - 05h55

Foto: Scot Consultoria


O mercado do boi gordo está sólido e sem espaço para recuo nos preços.


Em favor desse cenário, além da pouca oferta de boiadas, temos a expectativa de aquecimento nas vendas de carne bovina no varejo por causa da flexibilização da quarentena em determinadas regiões e da sazonalidade de aumento no consumo com a virada do mês.


Esses foram os vetores das altas no fechamento do mercado na última terça-feira (30/6).


No Sul do Tocantins, as escalas de abate estão entre 2 e 3 dias, o que contribuiu para os preços maiores negociados pela arroba do boi gordo.


A arroba do bovino terminado ficou cotada em R$205,00, bruta e a prazo, R$204,50, livre de Senar e na mesma forma de pagamento, e em R$202,00, descontados os impostos ( Senar e Funrural ) e também a prazo. Alta de 1,5% ou R$3,00/@ na comparação feita dia a dia.


Em Cuiabá-MT, as programações de abate também estão curtas de modo que aqueceram as compras de gado gordo, refletindo em valorização de 1,0% ou R$2,00/@ frente ao fechamento do dia anterior.


Nesse quadro, a arroba do boi gordo ficou cotada em R$197,00, bruto e a prazo, R$196,50, livre de Senar e a prazo, e em R$194,00, livre de Senar e Funrural e pagamento com 30 dias.


Análise originalmente publicada no informativo Tem Boi na Linha de 30/6/2020.





O Confina Brasil, expedição que promove o levantamento de dados da pecuária intensiva, estará na estrada a partir do dia 21 de junho. A meta em 2021 é mapear 40% do gado confinado no país. Siga o @confinabrasil no Instagram e acesse confinabrasil.com para acompanhar a expedição.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>