• Sexta-feira, 29 de maio de 2020
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Mercado de soja, produção norte-americana e a variação cambial


Segunda-feira, 22 de julho de 2019 - 05h50

Foto: pixabay.com


O dólar recuando nas últimas semanas e as previsões mais favoráveis para o clima em curto prazo nos Estados Unidos tiraram a sustentação dos preços da soja grão e do farelo de soja no mercado brasileiro. 


No caso do farelo, segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, a tonelada ficou cotada, em média, em R$1.273,03, sem o frete, na primeira quinzena de julho. 


Em curto prazo, existe espaço para recuos nos preços da soja e farelo de soja no mercado brasileiro, caso o câmbio siga mais fraco (reflexo direto nos preços e exportação) e as previsões climáticas mais favoráveis se confirmem nos Estados Unidos. 


Para quem não comprou o farelo em abril e maio (melhores relações de troca), o momento é favorável. 


Para o médio prazo, ou seja, a partir de agosto/setembro, a expectativa de redução da produção norte-americana em 2019/2020 pode voltar a dar sustentação aos preços no mercado mundial, principalmente considerando a possibilidade de a área com a cultura crescer menos na temporada 2018/2020 no Brasil, devido às quedas de preços este ano.


Artigo originalmente publicado no informativo Boi & Companhia, edição 1348.


Para saber mais detalhes sobre o assunto acesse aqui.





Convide sua equipe, reúna seu time e garanta seu lugar no Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria. De 4 a 7 de agosto, em Ribeirão Preto-SP. INSCREVA-SE AQUI.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



Loja

Facebook