• Quinta-feira, 14 de novembro de 2019
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Lyra destaca Proleite como ação para melhorar a indústria de laticínios


Sexta-feira, 7 de junho de 2019 - 11h50

Foto: Scot Consultoria


Um seminário sobre o desenvolvimento e as perspectivas da indústria do leite em Alagoas, realizado nesta quarta-feira (5/6), marcou o encerramento da 21a. edição do Proleite e reuniu dezenas de criadores, fabricantes de produtos lácteos, atacadistas e autoridades estaduais e municipais.


A iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), e com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o evento buscou apresentar a modernização e o crescimento de um dos mais importantes segmentos da economia alagoana. 


O presidente da Fiea e anfitrião do Proleite, o empresário José Carlos Lyra de Andrade, ressaltou ainda que a Indústria do leite é a segunda que mais emprega em Alagoas, e que o Estado tem o 5o. rebanho leiteiro mais produtivo, por vaca, do país. "Nosso propósito será sempre contribuir com o conhecimento sobre novas tecnologias, de modo a melhorar a rentabilidade e a produtividade do setor", disse. 


Nesta 21a. edição, todas as atividades foram realizadas no município de Arapiraca. Nos dias 1 e 2, a população do município pode ver e apreciar produtos lácteos produzidos em Alagoas, durante o durante o Festival Senai de Produtos Lácteos realizado no Arapiraca Garden Shopping. Nesta quarta, foi realizado o Seminário e o Concurso de Produtos Lácteos foi na unidade Sesi/Senai. 


Dezenove laticínios participaram do certame, sendo avaliados nas categorias bebida láctea fermentada, iogurte, manteiga, requeijão, queijo de coalho, entre outras.


Os participantes puderam ainda assistir às palestras do professor Rodrigo Stephani, da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG), sobre "Inovação na Indústria de Laticínios", e da zootecnista Juliana Pila, da Scot Consultoria, sobre as perspectivas para o mercado e os possíveis cenários para 2019/2020.


"A mensagem que eu quis deixar para o produtor, para o laticínio, para as indústrias é que, apesar de o mercado ser muito amplo, ter muita coisa para analisar, o cenário 2019-2020 para a atividade leiteira é positivo", disse a zootecnista, aos produtores reunidos na unidade Sesi/Senai. 


Ela ressaltou ainda que, num comparativo do Nordeste com a média do Brasil, a expectativa de crescimento em nossa região é ainda maior.  No Nordeste, acrescentou Juliana Pila, a cadeia leiteira começou a se desenvolver depois dos estados do Sul e Sudeste, que já são grandes produtores.


São regiões que já estão bastante tecnificadas no nível de produção, crescendo mais lentamente a partir de agora. "Já aqui, nos estados do Nordeste, o produtor vem buscando essa tecnologia agora, então, a capacidade de crescimento é muito maior", afirmou.


Preparando-se para abrir uma hamburgueria em Arapiraca, Nicolas Gomes de Brito, 28 anos, considera o conhecimento sobre o setor de laticínios uma das ferramentas importantes em sua iniciativa empreendedora. Ele foi um dos jurados do concurso de produtos lácteos realizado pelo Senai. 


"Iniciando minha carreira de empresário, ter conhecimento dessa infinidade que o nosso leite consegue produzir, daquilo que posso adequar dentro da minha empresa, é gigantesco. Tem muitos tipos de queijos, muitos tipos de produtos lácteos que eu posso agregar ao meu produto", avaliou.


Para ele, a realização do Proleite em Arapiraca representou um incentivo aos grandes produtores, que já possuem suas empresas, aos que fazem isso de modo artesanal, e ao público de um modo geral. "Não só no conhecimento sobre tecnologias, mas também é algo que gera movimento na economia da cidade", disse Nícolas Gomes.


Além de dirigentes da Federação das Indústrias, como o vice-presidente, José da Silva Nogueira Filho, participaram o prefeito de Arapiraca, Rogério Téofilo, o secretário de Estado da Agricultura, Ronaldo Lessa, que representou o governador Renan Filho, o presidente da Federação do Comércio, Wilton Malta, e diversas outras autoridades, como os presidentes da Associação dos Criadores de Alagoas, Domício Silva, e do Sindicato dos Produtores de Leite de Alagoas, André Ramalho.


* Com informações da assessoria de comunicação da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea).


Fonte: https://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2019/06/lyra-destaca-proleite-como-acao-para-melhorar-a-industria-de-laticinios_78376.php





Vamos falar do boi de R$200,00/@? Participe do Encontro de Analistas da Scot Consultoria e aprenda com grandes nomes da economia e mercado do boi. Acesse https://www.encontrodeanalistas.com.br/ ou ligue para 17 3343 5111 e faça sua inscrição até o dia 15 de novembro, antes da virada de lote!


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



Loja

Facebook