• Sábado, 13 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Pecuarista deveria investir em pastagens


Quarta-feira, 10 de junho de 2015 - 16h59

Com os preços da arroba do boi gordo atingindo altos patamares em 2015, ficando acima dos custos de produção, o pecuarista deveria investir na qualidade das pastagens, visto que os preços de reposição estão elevados. A constatação é da Scot Consultoria.


"Comprar um bezerro caro em 2015 e vender um boi gordo barato em 2017, por exemplo, já que existe a possibilidade de que o mercado mude a trajetória até lá, não parece ser um bom negócio", diz a consultoria em nota.


Segundo ela, em uma fazenda de engorda, as pastagens participam de 15% da composição dos custos, enquanto a compra de bovinos para reposição representa 75% do total, sendo que, neste cenário, a participação das pastagens cai para 5%.


"Para formação de um hectare de pastagem de capim Brachiaria brizantha cv. Marandu, o custo médio estimado é de R$1,3 mil por hectare", diz a Scot Consultoria.


Apesar de a pastagem ter um custo relativamente baixo, a consultoria ressalta que o produtor precisa ficar atento aos preços de fertilizantes, visto que ele participa de quase 35% do custo de formação de um hectare e, nos próximos meses, a tendência é de encarecimento do produto, pelo fato de os agricultores estarem se preparando para a nova safra de verão.


Fonte: Canal Rural. Publicado em 06/06/2015 - http://www.canalrural.com.br/noticias/boi-gordo/pecuarista-deveria-investir-pastagens-56877



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook