• Quarta-feira, 29 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Cotação da arroba fica estável


Sexta-feira, 13 de janeiro de 2012 - 09h03

Demanda cresce mesmo com escala confortável Os preços pagos ao produtor pelo boi gordo mantiveram-se firmes nesta sexta-feira embora as indústrias frigoríficas continuem tentando pagar menos pela arroba. Houve aumento de oferta nos últimos dias, mas o crescimento da disputa por boi pronto para abate sustentou a cotação. De acordo com a Scot Consultoria, o excesso de chuvas afeta fortemente a oferta de boi gordo em regiões como Belo Horizonte e o norte de Minas Gerais, além de alguns pontos do Mato Grosso do Sul. Por outro lado, a estiagem tem afetado municípios como Pelotas, na metade sul do Rio Grande do Sul. O indicador Esalq de boi gordo encerrou a semana cotado a R$96,25 à vista, reajuste de 0,35% no dia. No acumulado do mês a queda foi de de 4,44%.Nas vendas a prazo, o pecuarista recebeu R$98,26 por arroba do boi, em média, recuo de 0,05% na comparação com o fechamento anterior e de 3,03% desde o início de janeiro. No mercado futuro, os contratos com vencimento em janeiro registram o maior volume de negociação e encerraram o pregão avaliados em R$97,39, valor 0,58% superior ao resultado desta quinta-feira. Fonte: DBO. Por Monica Costa. 13 de janeiro de 2012.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook