• Segunda-feira, 8 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Picanha já está 23% mais cara do que bacalhau


Terça-feira, 26 de outubro de 2010 - 16h42

Comer um suculento churrasco de picanha está saindo mais caro do que saborear uma bacalhoada. A disparada no preço da arroba, que já ultrapassou a barreira dos R$100,00, no mercado paulista, fez o preço da carne bovina subir a ponto de um quilo de picanha já custar 23,6% mais do que um quilo de bacalhau do Porto. No Walmart, por exemplo, o consumidor que quiser um quilo da carne de primeira paga R$23,98, enquanto o do peixe importado sai por R$19,40. A justificativa para a elevação constante de preços está na falta de animais para abate. Segundo o veterinário e analista da Scot Consultoria, Hyberville Neto, o aumento da demanda interna também contribuiu para a alta expressiva no período da entressafra deste ano. - A diminuição no número de nascimento de bezerros aliada ao aumento do poder aquisitivo das pessoas fez com que o preço disparasse. Além disso, os pastos estão secos e caiu em 30% a quantidade de animais criados em confinamento - explicou Neto. Disparada De acordo com o presidente do Prezunic, Genival Beserra, o preço da carne subiu 50% nos últimos dois meses: - Somente na última semana, carnes como alcatra, filé mignon e contra-filé aumentaram 10%. A alcatra custava R$11,90 e deve chegar a R$15,00 na semana que vem. O funcionário público Handerson Castilhos, de 51 anos, desistiu de comprar carne: - Esse preço está assustando. Pretendia comprar picanha, mas não dá. Na avaliação de Hyberville Neto, as perspectivas não são as melhores: - Nada indica que haverá queda de preço em curto prazo. Até porque, no fim do ano, os valores cobrados pelos cortes costumam subir mesmo. Fonte: Extra Online. Por Fabiana Paiva e Maria Clara Serra. 26 de outubro de 2010.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook