• Quarta-feira, 29 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Final de ano terá oferta reduzida de boi gordo


Quinta-feira, 16 de outubro de 2008 - 18h02

O cenário para o final do ano, aponta uma retração na oferta de boi gordo no Brasil. A Associação Nacional dos Confinadores (Assocon) divulgou a pesquisa de intenção de confinamento de outubro de 2008. Isso significa um aumento de 1,1%, no volume de gado confinado este ano, na comparação com 2007, que é considerado pouco pelo mercado. Com quase 550 mil cabeças, a Assocon já representa cerca de 18% a 20% dos bovinos confinados do Brasil. Interessante que a pesquisa da associação, realizada em março, apontava uma expectativa de aumento de 22% no volume de bovinos confinados em 2008. No mesmo período, uma pesquisa da Scot Consultoria registrava 25% de crescimento provável. Estavam alinhadas. De lá pra cá, os custos mantiveram-se em alta, a oferta de boi magro diminuiu e as expectativas de preço se arrefeceram. Esse cenário afetou, principalmente, o segundo turno dos confinamentos. Portanto, ao que tudo indica, houve aumento no volume de gado confinado no primeiro turno, mas o segundo turno deve ser igual ou mais retraído que o do ano passado. Dessa forma, após as vendas de outubro, o mercado do boi gordo tende a trabalhar em ambiente de oferta bastante reduzida. O cenário aponta para um novembro e dezembro de pouco gado de cocho e pouco gado de pasto. Lembrando que as fêmeas, que sempre dão uma força para as indústrias em final de ano, estão voltando a ser retidas, graças à valorização do bezerro. Os frigoríficos, do lado da oferta, deverão trabalhar pressionados. Fonte: DCI. Agronegócios. 16 de outubro de 2008.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook