• Sábado, 2 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Rebanho aumenta 19% em dez anos


Quarta-feira, 29 de setembro de 2010 - 09h30

De acordo com levantamento da Scot Consultoria, o rebanho brasileiro apresentou alta de 19,7% na última década. Entre 1999 e 2009 o plantel somou 197,1 milhões de cabeças, ou 32,5 milhões de cabeças a mais que em 1999. Houve também variação na distribuição do rebanho. Neste levantamento, Mato Grosso, que possui o maior rebanho de bovinos do Brasil com 27 milhões de cabeças, acumula expansão de 48% no período, sendo o quarto em evolução no ranking nacional. A taxa de crescimento foi observada em Rondônia, mais de 103%. Em 1999 as regiões Sul e Sudeste detinham 38,3% do rebanho nacional, ante 61,7% no restante do país. Em 2009 o rebanho da região Sul e Sudeste representava 32,3% do total e o das demais regiões, 67,7%. Embora a expansão para o Norte do país tenda a diminuir, devido às pressões ambientais, nos últimos anos houve aumento significativo dos rebanhos de Rondônia (103,3%), Pará (71,6%) e Tocantins (25,6%). No Nordeste, a Bahia e o Maranhão merecem destaque, com aumentos de 23,3% e 67,8%, respectivamente, no período analisado. Além de estados do Norte, houve aumento em rebanhos da região central do país, como em Minas Gerais (10,7%), Mato Grosso (48%) e Goiás (10,2%). Em São Paulo, devido ao preço elevado da terra e rentabilidade menor em relação a outras atividades (custo de oportunidade), a pecuária tem diminuído, com a utilização das terras para agricultura, por exemplo. Em São Paulo o rebanho diminuiu 12,6% entre 1999 e 2009. Fonte: Diário de Cuiabá. Economia. 29 de setembro de 2010.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook