• Sábado, 28 de maio de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Cenário econômico, inflação e expectativas para 2022

Entrevista com o economista, Rogério Boueri Miranda

Terça-feira, 14 de dezembro de 2021 - 15h30
-A +A

Rogério Boueri Miranda possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade de Brasília (1990), mestrado em Economia pela Fundação Getúlio Vargas - RJ (1997) e PhD in Economics - University of Maryland College Park (2006). Atualmente é professor titular do Instituto Brasiliense de Direito Público e subsecretário de Política Agrícola e Negócios Agroambientais no Ministério da Economia. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em análise de eficiência e produtividade em agronegócios.

Foto: Envato


Scot Consultoria: A inflação em patamares elevados pode dificultar a recuperação da economia. O que está sendo feito nesse sentido?

Rogério Boueri: Sim, sem dúvidas a inflação pode atrapalhar a recuperação da economia, mas o nosso governo já está atuando, juntamente com o Banco Central, para que esta questão seja transitória e não permanente. 

Scot Consultoria: As pressões das políticas ESG — Environmental, Social and Governance (ESG – sigla em inglês) ou Ambiental, Social e Governança (ASG em português), podem afetar os mercados globais em curto prazo, pensando em inflação?

Rogério Boueri: A pressão sobre os custos é inevitável, é neste momento em que o Brasil precisa tirar vantagem de seus ativos ambientais, para que isso vire em favor do nosso país.

Scot Consultoria: A manutenção da taxa Selic em patamares menores nos últimos anos e até meados do primeiro semestre de 2021 surtiu o efeito esperado à economia brasileira ou foi uma estratégia sem resultado?

Rogério Boueri: No início do ano passado, quando a pandemia explodiu, falava-se em uma queda de 10% para o PIB e acabamos nos surpreendendo, pois o valor negativo foi metade do estimado, ou seja, a situação teria sido pior se tivéssemos forçado os juros para cima. A manutenção dos juros em patamares baixos foi uma estratégia que o mundo todo adotou. 

Scot Consultoria: O que pesou mais no aumento dos preços: a emissão de moeda/estímulos monetários em função da pandemia ou a redução da produção pelas indústrias?

Rogério Boueri: Foi uma combinação das duas coisas. Nós tivemos uma redução na oferta com a paralisação de algumas indústrias e dificuldade de produção. Além disso, os estímulos que foram concedidos do lado da demanda também puxaram a inflação. Vale pontuar que não é somente no Brasil que está ocorrendo essa inflação, é um fenômeno global. 

Scot Consultoria: Em um ano que as eleições ocorrerão no país, como o câmbio e as taxas de juros deverão se comportar?

Rogério Boueri: Os juros devem seguir o padrão do Banco Central, com a política que melhor se adeque ao combate da inflação. Quanto ao câmbio, espera-se um cenário de volatilidade em decorrência do ano de eleição, ou seja, muitas notícias e boatos, o que acaba fazendo o câmbio oscilar bastante. 

Scot Consultoria: Em quais pontos o Ministério da Economia está atuando para fortalecer o agronegócio e as pesquisas em ciência e tecnologia voltadas para o setor?

Rogério Boueri: No agronegócio, a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia tem desenvolvido e aprovado, inclusive, uma série de inovações financeiras para o agronegócio. Podemos citar a Lei do Agro em 2020, o Fiagro, onde nós tivemos uma partição marcante no desenvolvimento, e a CPR Verde.

Os aspectos técnicos de agropecuária são de responsabilidade do MAPA, mas nós temos trabalhado em conjunto, com a colaboração de outros setores do governo e da sociedade para desenvolver inovações financeiras que facilitem o acesso aos créditos, financiamentos, ou até mesmo auxiliar a comercialização dos produtos na Bolsa de Valores do Brasil. 

Scot Consultoria: Quais podem ser os impactos do Auxílio Brasil para o país em relação ao consumo e risco fiscal? 

Rogério Boueri: Com a aprovação da Pec dos Precatórios, o risco fiscal ficará afastado. Devemos ter uma manutenção de boa demanda, especialmente por alimentos e produtos básicos. Esse é o intuito do Auxílio Brasil, reforçar a demanda da população menos privilegiada. 

Scot Consultoria: Diante das incertezas fiscais, elevado patamar do dólar e juros pressionados, que cenário devemos acompanhar na economia em 2022?

Rogério Boueri: O ano de 2022 será dominado pela eleição presidencial e teremos que ficar atentos à China, porque, além de ser nosso principal comprador, o país passa por uma movimentação geopolítica intensa.

Esse aumento de demanda deverá continuar no próximo ano, a não ser que os chineses e os americanos façam um grande acordo de paz, o que é muito difícil. Então será um olho na eleição e outro na China.

Scot Consultoria: Rogério, na sua opinião, qual a importância do Encontro de Analistas para o agronegócio nacional?

Rogério Boueri: É um evento que reúne as maiores lideranças do agronegócio, com grandes economistas.

É importante para o compartilhamento de ideias e perspectivas que colaboram no plano de ação do setor. O agronegócio é um setor de muito peso e saber como se posicionar, sem dúvidas, é fundamental. 


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook