• Sábado, 5 de dezembro de 2020
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Carta Boi - Valor nominal x deflacionado, a cotação do boi gordo subiu?


Quarta-feira, 7 de outubro de 2020 - 12h00


O poder de compra muda com o passar dos anos, reflexo da inflação que, conceitualmente, é o aumento generalizado dos preços de uma cesta de produtos em um período. Em outras palavras, é a desvalorização da moeda. Consequentemente, o valor nominal de um produto no passado é diferente quando o convertemos para a moeda atual (deflacionamos). Tema abordado em: Carta Boi - Retenção de fêmeas e máximas para o boi gordo.


Portanto, a retirada do efeito da inflação, no caso da cotação da arroba do boi gordo, mostra o quanto a cotação da arroba de anos atrás vale na moeda atual. A deflação permite comparar o preço vigente com o do passado.


Figura 1. Preços nominais e deflacionados do boi gordo (R$/@) desde julho de 1994. 


Fonte: Scot Consultoria


Cotação da arroba do boi gordo em 2020

Com as expressivas altas na cotação da arroba do boi gordo, aumento de 24,8% desde o início do ano , a maior cotação média nominal foi em setembro, R$243,02/@ (figura 1) e continua subindo.


Contudo, prestando atenção, no começo da figura 1, de julho de 1994 a julho de 1995 (veja extrato na figura 2), veremos que, apesar das sucessivas valorizações e da maior cotação histórica nominal esse ano, a máxima histórica da cotação deflacionada da arroba do boi gordo foi em outubro de 1994. Aquele preço seria o equivalente a R$250,28/@, em valores atuais, sendo que a cotação nominal naquela época era de R$31,22/@.


Figura 2. Preços nominais e deflacionados da arroba do boi gordo de julho de 1994 a julho de 1995.



Fonte: Scot Consultoria


Expectativa

Países acometidos pela peste suína africana tiveram os plantéis suínos dizimados, gerando a necessidade de importação de proteínas, entre elas a carne bovina brasileira.


Com a menor oferta de boiadas, com recuo de 19,2% nos abates de vacas gordas no primeiro semestre, exportações recordes e o dólar valorizado frente ao real, o cenário é promissor para as cotações.


Contemplando a série histórica, as maiores cotações nominais, considerando ano a ano, acontecem normalmente no último trimestre (figura 3).


Figura 3. Sazonalidade anual das cotações da arroba do boi gordo deflacionada e nominal, mês a mês, base 100, de 1995 a 2019.



Fonte: Scot Consultoria


Se esse comportamento se repetir, os próximos meses são de cotações firmes e em ascensão.


Final

Cabe a ponderação de que não é incomum um período de acomodação de preços após altas fortes. Com isto, trabalhar com vendas aproveitando o período de alta é uma opção interessante.


Comparando o período de janeiro a setembro de 1995, cuja média da cotação da arroba do boi gordo era, trazida a valores atuais, R$171,86, com a média da cotação da arroba do boi gordo no mesmo período deste ano, cotada em R$221,11, a cotação da arroba do boi gordo teve valorização real.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook