• Domingo, 23 de fevereiro de 2020
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Pouca gente aproveitou...


Quinta-feira, 5 de dezembro de 2019 - 17h00

por Leandro Bovo

Médico veterinário, pós-graduado pela ESPM, MBA em finanças pelo Insper-SP e sócio diretor da Radar Investimentos


Foto: Scot Consultoria


“O mercado do boi está uma loucura”, essa é a frase dita em praticamente todas as conversas de quem acompanha o dia a dia das negociações do mercado físico e futuro de boi gordo. Também, não é pra menos, os preços saíram de ao redor de R$160,00/@, bateram R$230,00/@ e agora as tentativas de compra em São Paulo têm caminhado para o patamar de R$200,00/@, tudo isso em um intervalo de menos de 30 dias. É um teste para cardiologista nenhum botar defeito. 


Já abordamos algumas vezes nesse espaço que, historicamente, em processos de mudança de patamar como o atual, o mercado geralmente exagera pra cima, depois exagera pra baixo e aí retoma o que passa a ser sua nova referência de preços para o longo prazo. Não é preciso dizer que quando isso acontece a volatilidade de preços aumenta e permanece alta até que o novo equilíbrio seja atingido.


Essa explosão da volatilidade acabou sendo um grande problema para quem tentou buscar proteção no mercado futuro nas últimas semanas, já que com ela o custo das opções também explodiu, desapontando quem tentava garantir preços mínimos interessantes para 2020. Além desse fator, muitos pecuaristas ainda não tinham suas condições negociais definidas com os frigoríficos para 2020, inviabilizando também as vendas a termo durante a escalada dos preços.


O resumo dessa história é que a grande maioria não conseguiu aproveitar a alta dos preços das últimas semanas, seja porque não tinha boi gordo pronto para vender no mercado à vista, ou seja porque não conseguiu travar sua posição futura no mercado a termo, ou via opções. A única alternativa que restou seria a venda direta no mercado futuro, porém, com o mercado subindo mais de cinco reais por dia, pouquíssimas pessoas tiveram coragem ou condições financeiras para enfrentar os ajustes diários, mesmo diante de margens tão favoráveis.


Pior que isso foi quem usou como referência os preços da curva futura de 2020 para comprar reposição no mercado atual, e não conseguiu ou não quis travar preços de venda, ficando agora com o grande problema de conseguir remunerar essas compras de forma satisfatória com os preços em queda de hoje...


De todo modo, da mesma forma que o mercado não subiu para sempre, ele também não cairá para sempre, independente do patamar de preços que o mercado se estabilize, a expectativa é que 2020 seja um ano muito positivo para o setor. A volatilidade vai continuar e novas oportunidades poderão surgir. Para os poucos que conseguiram travar o preço de venda na alta recente, abre-se uma linda janela de oportunidade de se comprar calls e ficar com a mais confortável das posições: ganhar com a trava caso o mercado caia ou ganhar com as calls caso o mercado suba. Pode parecer utópico isso, mas quem teve a competência (ou sorte) de fazer a lição de casa bem-feita está hoje exatamente nessa situação.





Convide sua equipe, reúna seu time e garanta seu lugar no Encontro de Confinamento e Recriadores da Scot Consultoria. De 14 a 17 de abril, em Ribeirão Preto-SP. INSCREVA-SE AQUI.


<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



Loja

Facebook