• Segunda-feira, 27 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Estabilidade no Sudeste e quedas no Nordeste


Sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009 - 10h53

Em fevereiro, o preço do leite pago ao produtor permaneceu praticamente estável nas principais bacias leiteiras. O mercado consumidor começou a reagir, mas as indústrias continuam segurando os preços ao produtor. SUDESTE E CENTRO-OESTE Em Minas Gerais, o produtor de leite recebeu, em média, R$0,588/litro em fevereiro, pelo leite entregue em janeiro, queda de 0,31% em relação ao pagamento anterior. A oferta segue relativamente alta em função das chuvas e das boas condições das pastagens. Em pesquisa realizada pela Scot Consultoria, 40% dos compradores relataram aumento na captação em janeiro. No entanto, alguns produtores entregaram menos leite devido à redução dos investimentos, principalmente em alimentação, por causa dos baixos preços vigentes nos últimos meses. Para o próximo pagamento, 72% dos entrevistados apontam manutenção dos preços. Em São Paulo, o volume captado em janeiro ficou estável em 85% dos laticínios consultados. Para fevereiro, muitas empresas registraram menor volume de leite captado. No pagamento de fevereiro, referente ao leite entregue em janeiro, o produtor paulista recebeu, em média, R$0,68/litro, mesmo valor que no pagamento anterior. Em Goiás, o preço do leite pago ao produtor subiu pelo segundo mês consecutivo. Em fevereiro, referente ao leite entregue em janeiro, houve aumento de 0,72% e o produtor recebeu, em média, R$0,589/litro. Algumas empresas atribuíram a alta ao aumento no custo do frete. Para o próximo pagamento, 63% dos laticínios apontam estabilidade, entretanto, o restante acredita em novos reajustes. No Mato Grosso, foi observada a maior alta no preço do leite em fevereiro, 4,31%. O produtor recebeu, em média, R$0,545/litro. REGIÃO SUL No Sul, alta no preço do leite no Paraná (1,29%) e no Rio Grande do Sul (0,52%), com médias de R$0,598/litro e R$0,585/litro, respectivamente. A captação caiu em Santa Catarina e no Paraná e a tendência para o próximo pagamento é de manutenção nos preços. NORDESTE No Nordeste, o leite caiu em todas as praças pesquisadas, exceto no Maranhão, onde os preços são os mais baixos no país. Na Bahia, o produtor recebeu R$0,596/litro, 6,13% menos que em janeiro.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook