• Segunda-feira, 15 de julho de 2024
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Custos em alta


Terça-feira, 15 de março de 2022 - 16h00

A guerra entre Rússia e Ucrânia segue sem trégua e, além da tragédia humanitária, os efeitos econômicos têm sido enormes em todo o mundo. A principal consequência até o momento foi a disparada dos preços de praticamente todas as commodities, com destaque para petróleo, trigo e milho que tiveram altas entre 20 e 30% nos últimos dias.


Esses aumentos de preços no mercado internacional já começam a ter reflexo no Brasil, com aumentos no diesel, gasolina e demais derivados do petróleo. Afetando mais diretamente a pecuária, o forte aumento do milho já impacta os custos com alimentação animal.


A ausência da Ucrânia no mercado mundial de milho fez com que muitos consumidores, como Irã, Espanha e demais países do Oriente Médio virassem sua originação para o Brasil, que tradicionalmente não exporta nada de milho no período de março a julho pela logística totalmente voltada para o escoamento da safra de soja. A entrada desses compradores elevou, e muito, os preços e está fazendo um verdadeiro estrago no mercado.


O estoque de passagem brasileiro já estava muito apertado e a conta da oferta até a entrada da safrinha era justíssima. Agora, com a saída de volumes significativos de milho para o exterior, que com certeza farão falta, se traduzirão em preços mais altos, mesmo que a guerra acabe em poucos dias e os preços internacionais retornem à normalidade. O estrago já está feito, só não sabemos ainda o tamanho dele, que dependerá do volume exportado nos próximos meses até a entrada da safrinha.


Aos poucos o mercado futuro de boi gordo começa a “acordar” para essa realidade de aumento nos custos de produção e se não colocou ágio nas cotações, pelo menos corrigiu o grande deságio, com out/22 agora sendo negociado ao redor de R$349,00/@, praticamente em linha com os preços do mercado atual. Caso essa realidade de aumento de custos persista, as cotações futuras deverão ganhar mais tração, caso contrário, o confinamento no segundo semestre fica praticamente inviabilizado para quem pretende trabalhar com os preços de venda já travados.


Tabela 1. Mercado futuro do boi gordo na B3 - R$/@, à vista.

Fonte: Cepea/Esalq - B3



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja