• Quarta-feira, 29 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Alta!


Sexta-feira, 3 de abril de 2009 - 09h45

No calendário, 20 dias podem ser considerados um espaço de tempo curto. Porém, para os mercados físico e futuro de boi gordo, é muita coisa! No dia 13/03, com o indicador ESALQ à vista cotado em R$76,44/@, os contratos de mai-09 e out-09 fizeram suas mínimas recentes a R$71,30 e R$76,85, respectivamente. CONSEQÜÊNCIAS DAS NOTÍCIAS Naquela semana, ainda sob forte impacto da notícia de recuperação judicial do Frigorífico Independência, era impressionante a “cabeça baixista” da maioria dos participantes do mercado. Só se falava em risco de calote, em exportações ruins, preços em queda, etc., etc., etc. A opção de compra do contrato mai-09 de nível R$75,00 chegou a ser ofertada, sem interesse de compra, a R$1,00/@ (na época chamávamos a atenção para a estratégia de que comprar essa “call” e postergar a reposição para maio poderia fazer muito sentido, já que a reposição na época estava acima desse preço). MELHORA DO CENÁRIO Nesse meio tempo o humor mudou e notícias boas de exportações, vendas mais aquecidas no mercado interno e escalas curtas dos frigoríficos trouxeram o Índice ESALQ à vista para R$79,15/@, com os contratos de mai-09 e out-09 para as máximas recentes a R$78,40 e R$85,00, respectivamente. Com esse movimento recente de alta, agora são as opções de venda que têm sido negociadas a preços mais baratos, e a movimentação para as opções de outubro já começaram. No pregão do dia 01/04 a opção de venda do out-09 de nível R$75,00 foi negociada a R$1,11/@ e a de nível R$70,00 a R$0,41/@). TUDO VEM NA HORA CERTA Com a chegada da época de definição final sobre o primeiro turno do confinamento, essa alta nos mercados físico e futuro foi providencial. Ela pode proporcionar a trava do preço de venda através dos mercados futuros, da venda a termo, ou a utilização das opções de venda, que com o mercado em alta tem seus preços reduzidos. Chama muito a atenção a semelhança da movimentação dos preços neste ano e no ano passado, com períodos de alta e baixa bastante coincidentes até agora. Porém, não é prudente acreditar que dois anos consecutivos terão curvas de preço muito semelhantes, já que os fundamentos que regem o mercado não são os mesmos. De toda forma, as experiências aprendidas no passado são válidas para as tomadas de decisões neste ano. Cabe a nós ficarmos atentos e aproveitarmos as oportunidades.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook