• Domingo, 26 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Relação de troca com reposição na região Centro-Oeste


Sexta-feira, 8 de abril de 2022 - 06h00

Foto: Scot Consultoria


A relação de troca do boi gordo com bezerro de desmama melhorou em Goiás e Mato Grosso do Sul. Em Mato Grosso, no último mês, a relação de troca piorou. 


A melhora na relação de troca do boi gordo com o bezerro de desmama se deve às quedas mais firmes para a cotação do bezerro.

Em Goiás e Mato Grosso do Sul, as variações negativas foram de 7,1% e 8,6%, respectivamente, no acumulado de janeiro a março de 2022 para o animal de reposição, enquanto a arroba do boi gordo registrou quedas de 2,6% e 2,3%, na média estadual, nas mesmas condições. 


Goiás 

Melhoria de 6,9% no poder de compra em março frente a fevereiro. Com 8,46 arrobas de boi gordo, em março, comprava-se um bezerro de até 6,5@, sendo a menor relação desde outubro de 2018, quando atingiu 8,42 arrobas necessárias para a compra de um bezerro.


Figura 1. Relação de troca em Goiás: arrobas de boi gordo por bezerro de desmama.


Fonte: Scot Consultoria


Mato Grosso do Sul 

No estado, a relação de troca de março de 2022 ficou em 8,64 arrobas de boi gordo para a aquisição de um bezerro de desmama. 


Figura 2. Relação de troca em Mato Grosso do Sul: arrobas de boi gordo por bezerro de desmama.


Fonte: Scot Consultoria


Mato Grosso

A situação se inverte em Mato Grosso, com uma leve piora na relação de troca, em que 9,98 arrobas são necessárias para aquisição do animal de reposição. Essa inversão se deve às quedas na cotação do boi gordo, de 2,5% na média estadual, enquanto o bezerro de desmama permanece sem alterações de preços desde jan/22.


Figura 1. Relação de troca em Mato Grosso: arrobas de boi gordo por bezerro de desmama.

Fonte: Scot Consultoria



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook