• Sábado, 20 de abril de 2019
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

2o. International Beef Symposium da Bayer


Terça-feira, 2 de abril de 2019 - 08h45

Foto: Scot Consultoria


O segundo International Beef Symposium da Bayer teve início com o painel “Sistema de cria – uma constante global na produção de carne bovina” em que foram abordados temas que influenciam o desenvolvimento do bezerro e consequentemente sua performance no futuro.


Os três primeiros palestrantes, Paulo Emílio, professor do Centro Universitário de Maringá (Brasil), Bob Larson, professor da Universidade do Kansas (EUA) e Alonso Diaz, professor da Universidade Autônoma do México (México) traçaram um panorama sobre a pecuária em seus respectivos países e destacaram os pontos fortes e fracos de cada país.


Ao final houve um debate para esclarecer dúvidas, como quais os principais problemas de saúde enfrentados em relação à vaca? E ao bezerro? Por que aceitar a mortalidade de bezerros? E como diminuir o impacto dessas variáveis?


Na sequência, Pietro Baruzelli, professor da FMVZ/USP, um dos maiores nomes da reprodução animal no Brasil, falou sobre a intensificação do sistema de produção da cria através do uso de inseminação artificial (IA) ou inseminação artificial em tempo fixo (IATF). A cria ocupa aproximadamente 70% do território das pastagens brasileiras destinadas a pecuária de corte, por isso a importância de conduzir a atividade de maneira sustentável.


Logo depois Brad White, professor da Universidade Estadual do Kansas, falou um pouco sobre o manejo sanitário de bezerros norte americano no período de desmama, com foco na Doença Respiratória Bovina (DRB).


A DRB é a primeira nos sistemas de recria e engorda, mas o seu controle deve ser feito desde a cria.  Para o criador os ganhos de um manejo sanitário bem feito estão atrelados à produção de mais bezerros e de bezerros mais pesados.


Após o almoço a professora Marcela Valadez Noriega, docente na Universidade Autônoma de Querétaro (México) comentou sobre as perspectivas sobre o transporte do gado em toda a América Latina.


As maiores incidências de perdas econômicas no México relacionadas ao transporte são devido a furtos durante o caminho e acidentes, causando injúrias e muitas vezes morte dos animais.


Welber Zanetti, professor na Universidade Federal de Goiás palestrou sobre a negligência de doenças como eimeriose e coccidiose. A falta de estudos sore o assunto, principalmente no Brasil traz dificulta a quantificação da perda causada por essas doenças que podem causar retardamento no crescimento dos animais.


Em média, 95% dos casos de eimeriose nos rebanhos são subclínicas sendo difícil o seu diagnóstico, porém é preciso se atentar a altas taxas de perdas de peso, maior sinal clínico observado quando não há sinais de diarreia.


Na sequência tivemos um painel focado no controle de carrapatos na América Latina. Nick Jonsson, professor na Universidade de Glasgow, mostrou os diferentes ambientes propícios para o desenrolamento do parasita. Atualmente 80% do rebanho mundial está exposto a carrapatos.


Roger Rodriguez focou no problema de resistência e como o manejo integrado pode auxiliar a diminuir a população dos parasitas, bem como a pressão de resistência.


José Reck, pesquisador científico na área de Doenças Parasitárias no Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF), falou da importância de treinar os pecuaristas para fazer um manejo eficiente e consultar profissionais capacitados para evitar o aumento da resistência no Brasil. O ponto positivo é que a maioria dos casos de resistência no Brasil estão no Centro-Sul do país, enquanto que a maior parte do rebanho está localizada no Centro-Norte.


Na última palestra do dia Eduardo Canudas, professor da Universidade Veracruzana abordou sobre a importância de se fazer um bom manejo do pastejo para a conservação de um solo fértil e também sobre a distribuição do esterco sobre a pastagem.


Durante o dia de hoje (2/4) está acontecendo o dia de campo na fazenda Água Milagrosa, em Tabapuã-SP. Não deixe de conferir em nossas publicações para saber mais sobre o evento.



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook





  • Copyright 2019, Scot Consultoria, Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 • Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000 | +55 17 3343 5111