• Domingo, 14 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Sistema de classificação premia uniformidade do lote


Quinta-feira, 21 de julho de 2005 - 14h15

Com a arroba cotada em R$ 53,00, a prazo, para descontar o funrural, o pecuarista vê sua margem de lucro extremamente reduzida, considerando que ainda exista uma margem de lucro. Entretanto, produtores que preconizam a uniformidade dos lotes já começam a receber um retorno. No Frigorífico Bertin, para serem premiados, os machos devem apresentar mais de 17@, cobertura mínima de gordura de 4 mm, e os inteiros não podem ter dentes incisivos permanentes, para que ocorra premiação nas plantas de Lins/SP e Naviraí/MS. As plantas de Ituiutaba/MG e Mozarlândia/GO premiam ainda os inteiros que não apresentem nenhum dente incisivo permanente e os castrados com até 4 dentes incisivos permanentes que apresentem entre 16 e 17@. Para receber essa premiação, o lote deve ter um mínimo de 70% dos animais classificados, para as plantas de Lins/SP e Naviraí/MS, sendo que esse valor cai para 40% nas unidades de Ituiutaba/MG e Mozarlândia/GO. Com um maior número de animais classificados, a bonificação pode ser ainda maior. As fêmeas não entram no sistema de premiação. A remuneração de acordo com a classificação chega a um incremento de até 6% no valor da arroba, dependendo do caso. Outros frigoríficos, como o Independência e o Marfrig, também estão implantando sistemas de classificação e premiação por qualidade. (LMA)
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook