• Sábado, 13 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Analistas apontam rumos para a pecuária em 2017


Terça-feira, 29 de novembro de 2016 - 09h15


Nesta sexta, dia 25, a Scot Consultoria realiza o seu Encontro de Analistas. O evento reúne especialistas para fazer um balanço do ano que termina e dar ideias para balizar o planejamento da cadeia da pecuária para 2017.


O encontro foi dividido em dois módulos. No primeiro, batizado de Macroeconomia, foram discutidos temas como o mercado de carnes nobres, os reflexos da crise econômica, padrões de criação de marcas, os desafios do segmento premium, marketing da carne, o consumidor, o papel dos pontos de venda, a visão da indústria e as necessidades do setor. Foram exibidos também alguns casos de sucesso.


Na segunda metade, chamada de Qualidade da Carne – Dentro da Porteira, foram destacados temas como dificuldades na produção de carne de qualidade, fornecimento, bonificação, animais inteiros x castrados, confinamento, acabamento e marmorização. Confira abaixo alguns trechos do encontro:


“O desemprego não vai cair em 2017, o que pode interferir no consumo de carne. Mas o índice de consumo de alimentos já começou a reagir. A Indústria de alimentos é que tem saído na frente de outras indústrias nesta corrida.”Alexander Fava Neves, MB Agro                      


“Em 2017, deve sair a questão da venda de terras para estrangeiros. Vão autorizar, mas não vai ter fundo soberano”


Alexandre Fava Neves, MB Agro


“Para você ter uma ideia do valor do mercado de carne de qualidade: o Brasil importa 1.100 toneladas de cortes especiais dos Estados Unidos e da Austrália. Isso significa entre 30 mil a 38 mil bois por mês. Então vamos parar de falar de produção e falar de produzir o que consumidor quer.”


Antonio Carmadelli, Abiec


“A JBS confirma que neste ano os produtos que tiveram maior crescimento são os de maior valor agregado.”


Fábio Dias, diretor da JBS


“Pouco boi e muita carne. Esse foi o retrato de 2016. Foi uma situação tensa, mas que está passando. Se demorar para recuperar a economia em 2017, vai ser ruim para todo mundo, porque vai ter muito boi e pouca carne. Hoje nós não temos nenhum indicativo de como vão ficar os mercados externo e doméstico . A única coisa que a gente tem é que o produto de valor agregado é onde vamos investir.”


Fábio Dias, JBS                      


“Desde maio, o preço do bezerro vem caindo. Uma tendência que vai continuar em 2017. Vai ter mais oferta. Vai ser um ano difícil de precificação para o pecuarista.”


Alex Lopes, Scot                      


“A China vai continuar comprando bastante do Brasil. As exportações de carne bovina para os Estados Unidos vão patinar até março. No fim de 2017 melhora, mas a consolidação vai acontecer em 2018.”


Antonio Carmadeli, Abiec


Link da notícia: http://www.canalrural.com.br/noticias/boi-gordo/analistas-apontam-rumos-para-pecuaria-2017-64825



<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook