• Sábado, 13 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Isenção também para frigoríficos


Sexta-feira, 30 de janeiro de 2009 - 10h38

O Ministério da Fazenda avalia a possibilidade de isentar os frigoríficos que atuam no mercado interno da cobrança de 4,5% de PIS/Cofins sobre a aquisição de boi gordo. O objetivo da medida é dar um fôlego para as indústrias em meio à crise internacional e reduzir os preços ao consumidor. Indiretamente, a medida reduziria também a competitividade dos frigoríficos que fazem abate clandestino, estimado em 37,5% do abate nacional, que é de 40 milhões de cabeças anualmente. Fabiano Tito Rosa, da Scot Consultoria, considera difícil retração dos preços. O poder está na mão das grandes redes varejistas: entre 70% e 80% da venda de carne é feita por meio de supermercados. “O varejista paga para o frigorífico R$3,70 pelo quilo do dianteiro, mas vende o quilo do acém, por exemplo, a R$9,70”, afirma. (AE) Fonte: Monitor Mercantil. 30 de janeiro de 2009.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook