• Sábado, 13 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

FAO traça cenário global firme para carne bovina


Segunda-feira, 24 de novembro de 2008 - 17h01

Puxadas pela demanda de países ricos e emergentes, a produção e as exportações mundiais de carne bovina devem voltar a aumentar em 2009 apesar da desaceleração econômica global, acredita a FAO. Mas, de acordo com o braço das Nações Unidas para agricultura e alimentação, serão incrementos modestos. Como informou na última sexta-feira a Scot Consultoria, a FAO prevê que a produção global alcançará 65,4 milhões de toneladas, 0,4% mais que o volume estimado para 2008, enquanto as exportações somarão 6,7 milhões de toneladas, um crescimento de 4,3% na mesma comparação. O aumento da produção, segundo a FAO, virá de países emergentes como o Brasil, para os quais é esperada uma oferta 1% maior. Para as nações consideradas desenvolvidas, a previsão é de retração. “Se o mundo quiser ampliar a demanda, terá que importar do Brasil”, pontuou Alcides Torres, da Scot. O especialista está entre os que sustentam que, apesar da crise, o consumo global de alimentos não vai cair. Se esse cenário de fato se confirmar, é de se esperar que os preços cobrados pelos frigoríficos brasileiros por seus produtos mantenham-se firmes no mercado internacional. Assim, os valores pagos aos pecuaristas pela matéria-prima também continuariam sustentados, até porque a oferta segue restrita. Fonte: Valor Econômico. Agronegócios. Por Fernando Lopes. 24 de novembro de 2008.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook