• Segunda-feira, 15 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Ano de recuperação para a produção leiteira


Quarta-feira, 18 de julho de 2007 - 13h20

A alta no preço do leite, com a diminuição da oferta, no período de entressafra, mostra que 2007 vai ser um ano de recuperação. De acordo com a Scot Consultoria, o preço médio nacional do leite pago ao produtor em junho aumentou 7,7% e atingiu R$0,609 o litro, valor mais alto nos últimos três anos e dez meses. Em Rondônia no mesmo período foi pago no mínimo R$0,49 e no máximo R$0,58, de acordo com a pesquisa. De acordo com a médica veterinária Cristiane de Paula Turco, consultora da Scot, em valores reais, o preço pago pela produção de maio ficou cerca de 11% acima da média dos últimos 9 anos. “Mas, se analisarmos os valores médios acumulados dos cinco primeiros meses do ano, o que existe é apenas uma recuperação, já que, em valores atualizados, em 2005 e em 2001, por exemplo, os preços foram maiores que em 2007 neste período”, afirma Cristiane. A consultora explica que, quando se compara média de 2007 com a média de 2006, realmente a alta tem sido espantosa. Mas, deve-se levar em consideração que 2006 fechou com a menor média anual da história. “Foi um ano muito difícil para o setor”, afirma. Ainda assim, a expectativa é de mercado continue firme, pelo menos para os próximos dois meses. Em algumas regiões de Rondônia ainda existe uma diferenciação no preço pago pelos laticínios aos produtores de R$0,10 em média, pelo leite resfriado. Alguns produtores já se adaptaram às novas regras da Instrução Normativa 51, que regula a produção do leite, da ordenha à entrega. Além da higiene no momento da coleta e armazenamento, a Normativa aumentou a necessidade do uso de tanques de resfriamento. Fonte: Folha de Rondônia. Por Juliana Coelho. 18 de julho de 2007.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook